Como utilizar a inteligência de negócios para otimizar a gestão

Publicado em 30 de junho de 2021

inteligência de negócios

Reduzir custos e ter mais assertividade na condução dos processos empresariais é o sonho de qualquer empresário. Para que isso aconteça, é necessário adotar a cultura de avaliações constantes em todos os setores da empresa, e a Inteligência de Negócios é essencial neste processo.

É praticamente impossível que uma empresa tenha sucesso sem contar com a ajuda da coleta, análise e cruzamento de diversos dados. As que conseguem essa façanha, pode-se dizer que contam mais com a sorte do que com os fatos.

Afinal, como é possível saber se determinada campanha irá alcançar seu objetivo sem compará-la com outras campanhas anteriores internas ou externas?

Ou ainda, como é possível identificar se a empresa está realmente crescendo e obtendo lucro sem comparar os resultados de períodos anteriores? E como criar estratégias que realmente proporcionarão melhorias em todos os setores sem consultar qualquer tipo de dado?

É preciso analisar os dados do passado para não cometer os mesmos erros, ou para repetir os acertos de forma mais aperfeiçoada. E é sobre isso que vamos falar neste texto: a aplicação fundamental da Inteligência de Negócios dentro das corporações.

O que é Inteligência de Negócios?

Inteligência de Negócios é um conjunto de técnicas e ferramentas que visam aprimorar os resultados de todos os departamentos de uma empresa com base em coleta, análise, tratamento e armazenamento de dados, independente de seu porte ou segmento. 

Utilizando ferramentas tecnológicas que possuem BI, estes dados ainda são organizados em um painel de controle intuitivo, que pode conter gráficos para melhor visualização e maior facilidade em sua interpretação.

É uma estratégia que auxilia gestores e colaboradores a obterem insights sobre diversos indicadores do negócio, identificar tendências e tomarem as melhores decisões apoiadas em dados seguros e precisos, tornando a empresa cada vez mais competitiva no mercado.

Com a aplicação de Inteligência de Negócios é possível avaliar e monitorar a situação atual da empresa comparada à concorrência, aos seus períodos anteriores, analisar como estão seus processos internos e traçar as medidas de melhorias necessárias para seu crescimento sólido e sustentável.

Com base nos objetivos de curto e longo prazo, a Inteligência de Negócios é essencial para reunir os dados relacionados ao que se espera avaliar, cruzar e sincronizar essas informações para obter análises integradas.

Com isso, é possível compartilhar os achados com os colaboradores para fornecer transparência sobre as estratégias do negócio, manter todos na mesma página e absorver diversas ideias e perspectivas diferentes para alcançar estes objetivos comuns.

A Inteligência de Negócios, ainda, é importante para prever resultados e fazer com que a empresa esteja totalmente preparada para os obstáculos e oscilações que ocorrem no mercado e que estão relacionados a diversos fatores, como é o caso da pandemia de COVID-19, por exemplo.

Quantos empreendimentos fecharam suas portas durante este período? E isso ainda acontece por motivos que poderiam ser evitados caso tivessem se adaptado a uma série de metodologias e estratégias atuais de gestão.

Segundo uma publicação do Serasa de 2020, entre os principais motivos de falência de empresas estão a negligência no planejamento estratégico do negócio e não investir em inovações, motivos estes que estão diretamente ligados à Inteligência de Negócios. 

Portanto, se você ainda não adotou essa estratégia, saiba que você está um passo atrás de diversos concorrentes e isso pode ter um impacto muito negativo em seu negócio. 

Análise de dados, por que é tão importante?

A análise de dados se tornou crucial para quem quer obter conhecimento sobre comportamentos e hábitos de seu público-alvo, identificar os pontos fortes e fracos da concorrência, avaliar o desempenho das equipes e saber exatamente quando, onde e por quê investir dentro do negócio.

Quando falamos em “dados”, cabe observarmos que eles podem vir de diversas fontes, que podem ser internas ou externas, desde pesquisas no Google que abrangem todo o cenário do mercado em que você está inserido, até de pedidos e feedbacks de clientes.

Ou seja, todas as empresas têm inúmeros dados para avaliar, que são fundamentais para suas tomadas de decisão e definição da trajetória que a empresa deve percorrer para ganhar pontos e relevância no mercado.

Também é importante para reconhecer erros e acertos nos planejamentos do negócio, bem como entender seus motivos, e assim, investir e impulsionar o que deu certo e evitar o que deu errado.

Como a CIGAM aplica a inteligência de negócios?

inteligência de negócios

Claro que a análise de dados pode ser feita de forma manual, com a utilização de planilhas ou até mesmo com papel e caneta, na qual você irá perder horas e até dias para organizar tudo o que precisa. 

Mas, te garantimos que estes métodos antigos de análises não chegam nem perto da assertividade proporcionada por ferramentas tecnológicas como o BI da CIGAM, que podem contar com Inteligência Artificial e/ou Machine Learning para fornecer as melhores análises.

Trabalhar com grandes volumes de dados vindos de diversos lugares não é tarefa simples, e se feito de forma manual, é passível de erros, falhas de cálculos, e por consequência, atrapalhar mais do que ajudar nas tomadas de decisão.

Para lidar com todos estes dados de forma inteligente, a CIGAM oferece uma série de ferramentas com aplicação de técnicas de BI integradas e automatizadas, para disponibilizar aos seus clientes dashboards pré-definidos com indicadores de todos os setores do negócio, e assim, facilitar a visualização e análises destes dados para aumentar a eficiência da gestão.  

Estes dashboards seguem o estilo self-service, podendo ser personalizados e ajustados conforme as estratégias do negócio, adicionando telas ou alterando métricas a serem analisadas. A ferramenta também permite a automatização de processos e da distribuição dos dados, a extração de relatórios inteligentes e o recebimento de alertas a cada ação.

Mesmo quem não é especialista em análises de dados consegue usufruir do BI da CIGAM de forma igualmente efetiva, pois é uma ferramenta de fácil implementação e aprendizado, sendo também bastante visual.

O módulo de BI da CIGAM pode, e deve, ser integrado ao seu ERP 4.0, e atende a empresas de diversos segmentos: indústria, serviços, varejo, agronegócio e distribuição.

Além disso, todos estes dados são atualizados em tempo real e podem ser acessados tanto através de seu desktop quanto de dispositivos móveis, portanto, onde quer que você esteja você terá acesso aos dados do seu negócio na palma da mão.

Quais os benefícios de ter uma ferramenta com inteligência de negócios?

Quando procuramos um produto para suprir nossas necessidades, esperamos que eles sejam completos e forneçam tudo que temos direito. Com as ferramentas tecnológicas, isso não é diferente.

Imagine que você tem um ERP com todos os módulos necessários para conectar todos os setores do seu negócio, desde vendas até financeiro e recursos humanos.

Todos os dados e resultados da sua empresa ficam sincronizados e centralizados em apenas um lugar.

Com isso, você tem informações muito valiosas sobre todos os departamentos, como média de faturamento do negócio, média de vendas, ranking de produtos mais e menos vendidos, ações de marketing que são efetivas e também as que não agregam valor, desempenho de colaboradores de forma individual ou coletiva, despesas fixas e variáveis…

Enfim, uma gama de dados que, se trabalhados, analisados e aplicados às estratégias de gestão de forma correta, geram insights muito precisos sobre o que a empresa precisa mudar ou manter.

Porém, nada adianta ter todos esses ricos dados coletados se o ERP em questão não possui Inteligência de Negócios integrada. Serão apenas números jogados ao vento.

Dar sentido a esses dados é o que você pode esperar das ferramentas que contam com BI. A partir deste sentido que o BI proporciona aos dados, você será capaz de:

  • Reduzir custos por ter uma visão panorâmica de onde estão seus gastos e como eles podem ser otimizados, além de fornecer mais eficiência às análises financeiras;
  • Identificar as dificuldades de cada setor;
  • Engajar colaboradores que não estejam apresentando bons resultados, além de criar planos para sua capacitação;
  • Criar ações de marketing mais efetivas para os produtos menos vendidos;
  • Reduzir o tempo das análises já que todos os dados serão calculados automaticamente, conforme cada atualização no sistema;
  • Eliminar falhas operacionais ocasionadas por processos manuais e repetitivos;
  • Ser mais competitivo no mercado, já que indicadores da concorrência também podem ser analisados;
  • Ter previsibilidade de resultados e dificuldades no trajeto, o que ajuda a identificar e atuar com antecedência em gargalos que podem impactar negativamente na produtividade do negócio;
  • Identificar o nível de satisfação dos consumidores, e assim, criar estratégias para melhorar o sucesso do cliente;
  • Determinar como os recursos e investimentos serão movimentados dentro do negócio, de forma que realmente agreguem valor às estratégias de crescimento.

Como as pesquisas de mercado da CIGAM ajudam a tomar decisões?

A CIGAM oferece aos seus clientes um portal denominado “Portal Pesquisa de Mercado”, uma área que reúne informações públicas sobre diversas empresas e as organiza para que seu time de SDRs e vendedores as localize rapidamente durante seu atendimento.

Este portal disponibiliza consultas por CNAE para o acompanhamento do crescimento de diversos setores, e auxilia em tomadas de decisões estratégicas, mais assertivas e com menos riscos, baseadas no comportamento do mercado pesquisado.

Também é importante para que o negócio consiga identificar e explorar novas possibilidades e estratégias que ainda podem ser desconhecidas por grande parte de seu ecossistema empresarial.

Outra vantagem da pesquisa de mercado, que pode ser realizada através do portal da CIGAM, é compreender dados que levam a reinvenção do negócio, como por exemplo, no que diz respeito ao que diversos setores do mercado fizeram para passarem por crises econômicas sem muitos impactos, ou como passar por uma pandemia sem fechar as portas.

O que é o Diagnóstico de Maturidade da Transformação Digital?

A transformação digital está entre as principais preocupações de CEOs e executivos de negócios de todo o mundo, e é uma realidade que precisa ser adotada pelas empresas que querem ser mais competitivas e ter mais chances de sucesso e crescimento.

É fato que a transformação digital em negócios é capaz de evitar erros operacionais, aumentar a produtividade da empresa e reduzir os custos excedentes e desperdícios por fornecer todas as automações necessárias nos processos de gestão.

O Diagnóstico de Maturidade da Transformação Digital se refere a uma pesquisa de investigação sobre o quanto sua empresa está automatizada, como está sua cultura digital, o engajamento do seu ecossistema empresarial e o empoderamento e autonomia de seus colaboradores.

Essa pesquisa gera uma pontuação que indica seu grau de maturidade na transformação digital, ou seja, o quanto sua empresa está aproveitando as ferramentas disponíveis no mercado tecnológico, identificando assim, se está preparada para adotar completamente essas inovações.

Este índice pode ser usado para comparar sua média às médias de maturidade das empresas que fazem parte do ecossistema na qual seu negócio faz parte, e saber se você está à frente (ou atrás) da concorrência neste quesito. 

Conclusão

Com a inovação das metodologias nos processos de gestão, é preciso se manter atualizado e se inspirar nas melhores estratégias adotadas por grandes empresas para conseguir disputar o mercado com os concorrentes de forma igualitária.

Grandes empresas utilizam Inteligência de Negócios, ou Business Intelligence, para centralizar, organizar e tratar dados de forma que se consiga aplicá-los em todas as suas estratégias de crescimento.

A utilização desta técnica faz com que os negócios, principalmente os que estão começando, consigam ter uma visão panorâmica sobre todo seu ecossistema empresarial, seja interno ou externo, envolvendo os concorrentes, para projetarem ações efetivas que garantem mais produtividade e menos falhas.

O tratamento de dados não precisa ser realizado de forma manual. Para isso, existem muitas ferramentas no mercado, como o BI da CIGAM, que auxiliam gestores desde a coleta até a análise integrada destes dados de forma ágil e prática, sem contar a precisão fornecida por essas tecnologias.

Portanto, não deixe de fazer um levantamento em sua empresa sobre os dados que aparecem para você todos os dias, e que precisam de Inteligência de Negócio para começarem a fazer sentido. Desta forma, você poderá estudar todas as oportunidades de melhorias que farão sua empresa decolar.

Está buscando os melhores softwares para entrar de vez na era da transformação digital? Navegue pelas categorias do portal B2B Stack! Lá você encontra mais de 23 mil soluções para digitalizar todas as áreas do seu negócio.

Publicado por Marcia Lira

Bióloga, apaixonada pela natureza e recém inserida no mundo da tecnologia, acredito no poder gigantesco das ferramentas tecnológicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente. Nada precisa ser massante e árduo para funcionar, mas sim, inteligente, inovador e prático.


Artigos relacionados