ERP 4.0: como este novo conceito de ERP colabora com a transformação digital da gestão empresarial

0
232
erp-4-0

Com a chegada da Quarta Revolução Industrial, marcada pela automação de processos, a tecnologia está vivenciando cada dia mais a imersão das empresas na era da transformação digital.

Com isso, o mercado exige que as ferramentas tecnológicas acompanhem este processo e disponibilizem ferramentas cada vez mais robustas e com funcionalidades que comportem todos os processos de gestão, produção e vendas, e que de preferência, sincronizem e centralizem estes resultados para maior assertividade nas análises.

Patrocinado

Em um mundo em que a transformação digital já estava em andamento a todo vapor, mal sabíamos que estava por vir outra situação que iria exigir ainda mais aceleração na adoção e aprimoramento dessas tecnologias: a pandemia de COVID-19 e a necessidade do distanciamento social.

Segundo o ICTd (Índice CESAR de Transformação Digital) da edição 2020, na qual 418 empresas de diversos portes e segmentos responderam à pesquisa, pôde-se concluir que o índice de maturidade digital dessas empresas é de 60,02% em uma escala de 0% a 100%, sendo que em 2019 este índice era de 55,55%.

Ainda conforme a pesquisa, 72,79% das empresas estão propensas a investir em inovações que aceleram sua transformação digital.

Na situação atual, com os impactos da pandemia nos negócios, as empresas que optarem por continuar insistindo nos processos manuais e repetitivos, tendem a sofrer mais com a concorrência que já investiu nessas inovações e que já estão colhendo os frutos de um processo automatizado.

Neste texto, falaremos sobre os ERPs 4.0, ferramentas de gestão adaptadas à transformação digital e que auxiliam as empresas na construção de uma estratégia empresarial, com incentivo à inovação e uso da tecnologia, mantendo assim o foco nos trabalhos mais importantes, que não podem ser realizados por máquinas.

O que é ERP 4.0?

O ERP 4.0 é uma ferramenta tecnológica otimizada para atender a todas as demandas de gestão da indústria 4.0, integrando e sincronizando todos os setores de forma a centralizar todos os processos em apenas um lugar, contando ainda com atualizações em tempo real de todas as movimentações para facilitar as tomadas de decisão

Ao contrário do ERP tradicional, um ERP 4.0 precisa oferecer funcionalidades mais avançadas e menos abrangentes, dando preferência por soluções específicas para cada segmento do mercado.

Isso quer dizer que esses ERPs precisam se adequar à sua empresa, e não ao contrário, pois sua implantação deve ser prática e ágil para que os resultados comecem a aparecer o quanto antes. 

O mais importante deste tipo de ERP 4.0 é integrar todo o ecossistema empresarial, tanto interno quanto externo, facilitando a interação entre todos os envolvidos e obtendo análises muito precisas sobre a situação da empresa.

Poder sincronizar o setor comercial com o estoque, financeiro, contábil, jurídico e logística, é a maneira mais eficaz de evitar desperdícios de recursos e manter todos os setores na mesma página.

Com a automatização dos processos de gestão, sobra tempo para planejar todas as estratégias de crescimento sustentável da empresa, melhorar a experiência do cliente e engajar colaboradores, os tornando partes fundamentais neste desenvolvimento. Para tanto é preciso compreender os pilares da Transformação Digital e como o ERP 4.0 atua como um facilitador em cada um deles.

Pilares da Transformação Digital

  • Engajamento

O engajamento é algo muito particular de cada empresa, porém deve ser potencializado porque é através da colaboração e do empenho de cada usuário que a transformação acontece. Os ERPs 4.0 geralmente oferecem módulos que servem para engajar tanto colaboradores quanto clientes ou fornecedores.

As ferramentas de RH permitem que cada funcionário seja avaliado de forma individual e em equipe, o que traz uma visão ao gestor sobre as capacidades que podem ser desenvolvidas em cada profissional, e assim, mantê-los cada vez mais qualificados em suas funções.

Além disso, fornecem uma série de recursos para gestão de benefícios que podem ser disponibilizados aos colaboradores, fazendo com que eles entendam que quanto melhor exercerem seu papel, mais a empresa cresce e mais vantagens ele terá em seu ambiente de trabalho.

Estes são apenas alguns exemplos entre muitas outras funcionalidades que os softwares 4.0 oferecem para uma boa gestão de pessoas.

Para engajar clientes, os ERPs 4.0 possuem módulos de vendas e CRM, que permitem gerenciar todo o relacionamento entre a empresa e seu usuário e ainda gerenciar benefícios que podem ser oferecidos à eles para fidelizá-los.

Para o engajamento dos fornecedores, esses softwares oferecem ferramentas para realizar pedidos de compras de forma ágil, para gerenciar orçamentos e administrar seus vínculos. 

  • Empoderamento

Dar autonomia aos colaboradores também é uma forma de aumentar a produtividade do negócio.

É preciso disponibilizar as ferramentas adequadas para que cada um consiga exercer sua função sem depender de terceiros, e entender a importância de seus resultados nas estratégias adotadas pelo negócio.

  • Automação 

Os softwares ERPs 4.0 podem contar com Inteligência Artificial, BI, Big Data, Machine Learning e outras tecnologias que fazem as análises de dados serem extremamente precisas.

A automação dos processos de gestão também otimiza tempo por eliminar de vez os processos manuais e repetitivos que precisariam ser lançados em diversos sistemas, o que também dificultaria suas análises e ocasionam falhas operacionais.

A centralização dos resultados de todos os setores da empresa em apenas uma plataforma, também facilita a identificação de oportunidades de negócio e a obter uma previsão de sua  receita, bem como identificar a rentabilidade de cada setor.

Além disso, os ERPs 4.0 também proporcionam o armazenamento de dados em nuvem, o que aumenta a segurança das informações e dá a possibilidade de acessá-las a qualquer momento.

  • Transformação

Após engajar e empoderar os usuários, e automatizar os processos, a transformação digital acontece. O ERP 4.0 tem como objetivo a transformação do modelo de negócio e cultura das empresas para trazer maior assertividade nos processos de gestão, nas análises de dados e aumentar assim, a produtividade de todo o ecossistema empresarial. 

Com essa transformação indo no sentido da tecnologia, é possível padronizar processos e melhorar a comunicação interna e externa da empresa.

Como o ERP 4.0 pode ajudar na transformação digital de uma empresa?

A partir do momento em que um negócio padroniza processos e possui uma gestão tão eficiente que faz com que sua produtividade só aumente, pode-se dizer que essa empresa ganha autoridade e reconhecimento no mercado.

Além disso, um processo de gestão transparente e livre de falhas operacionais faz com que colaboradores, clientes e fornecedores tenham maior confiabilidade na marca.  

Outra situação que precisa ser pensada para adotar de vez a utilização de um ERP 4.0 é que o mercado possui altos e baixos.

Por isso, é extremamente importante que uma empresa tenha um modelo de gestão sólido, que consiga prever obstáculos e planejar táticas para passar por eles com o menor impacto negativo possível.

Os setores onde o ERP 4.0 pode mais colaborar na transformação digital

  • Agronegócio

Algumas das maiores dificuldades enfrentadas pelo setor de agronegócio estão relacionadas à gestão precisa de insumos para plantio, ao controle das etapas dos processos produtivos e à logística de distribuição dos produtos.

Um ERP 4.0 para agronegócios ajuda os profissionais agrônomos a dosar com precisão seus insumos de acordo com suas demandas e estoque para evitar desperdícios e obter mais produtividade nas sacas por hectare.

Além disso, oferecem ferramentas para gerenciar os processos logísticos, facilitando o planejamento da distribuição de seus produtos.

Algumas ferramentas também disponibilizam módulos que atendem à gestão de criação de animais para diversas finalidades, inclusive para controlar a nutrição destes animais.

  • Indústria

Na indústria, assim como no agronegócio, gerenciar toda a cadeia produtiva para não desperdiçar recursos é um dos maiores desafios do setor.

Os ERPs 4.0 para indústrias fornecem soluções que integram vendas, estoque de suprimentos e de produtos já fabricados e manufatura.

Desta forma, é possível planejar, programar e controlar com eficiência todas as etapas dos processos de produção de materiais, além de administrar os estoques de insumos e de produtos prontos, inclusive por data de validade, e sincronizar com as demandas de vendas.

Também há possibilidade de controlar de forma centralizada todos os tributos para estar sempre de acordo com as legislações estaduais, federais e municipais.

  • Varejo

No varejo, uma das maiores dificuldades enfrentadas está relacionada à vasta concorrência. Além disso, muitos empreendedores acreditam que não precisam de um software para administrar seu negócio e que apenas planilhas manuais são capazes de oferecer uma gestão eficiente.

Mas, isso cai por terra quando é necessário administrar mais que os recursos financeiros e o estoque de lojas físicas e virtuais.

Também é muito importante para o setor de varejo acompanhar os hábitos de compra de seus consumidores e aprimorar cada vez mais a experiência desses clientes para estar sempre no radar desses usuários.

Os ERPs 4.0 para varejo precisam oferecer soluções que ajudem a administrar diversos meios de pagamento de forma assertiva e organizada, manter estoque, vendas e financeiro sempre sincronizados e integrados, disponibilizar módulo CRM para gerenciar o relacionamento com os clientes, e principalmente contar com uma solução e-commerce para estar presente em todos os canais e não perder oportunidades de negócio. 

Patrocinado

Organizando e sincronizando estes processos de gestão, o negócio fica um passo à frente da concorrência.

  • Serviços

Para os prestadores de serviços, um dos maiores desafios é gerenciar todos os contratos de serviços em andamento, pendentes e concluídos. Isso inclui a gestão de projetos e de equipes que serão atribuídas a cada serviço.

Os ERPs 4.0 para o setor de serviços automatizam a gestão destes contratos, inclusive no que diz respeito às contas a receber, auxiliando também no acompanhamento eficiente das agendas das equipes, emissão de ordens de serviços, e ainda contando com BI para coletar as análises 360° da situação do negócio.

ERP 4.0 da CIGAM

Uma das empresas que oferece um ERP 4.0 para auxiliar na transformação digital e gestão de outros negócios é a CIGAM. 

Abaixo abordamos algumas das funcionalidades do ERP CIGAM 4.0, e você também pode ver mais em nosso guia sobre essa ferramenta.

  • Cia

A Cia é a Inteligência Artificial da CIGAM. Funciona como uma assistente virtual que interage com seus usuários por voz ou texto, e pode ser acessada através de qualquer dispositivo.

O Chatbot da Cia foi programado para conseguir responder a uma série de perguntas relacionadas às funcionalidades das soluções CIGAM.

Possui mais de 8 mil perguntas e respostas, e entre elas estão todos os conteúdos dos FAQs da plataforma e dos tutoriais de utilização dos softwares CIGAM.

Desta forma, você consegue pesquisar dúvidas rapidamente pela Cia, que reconhece inclusive hashtags, e traz todas as relações que o sistema possui com a palavra, sigla ou assunto pesquisado.

Um dos diferenciais da Cia é que ela aprende junto com o usuário. Muitas vezes, as dúvidas de seus usuários são específicas para um determinado negócio. 

A Cia então irá se adequar e criar um modelo particular e personalizado de ajuda, de acordo com o linguajar utilizado dentro desta empresa, sem se esquecer do que ela já sabia.

  • Inteligência de Negócio

A Inteligência de Negócios do CIGAM é um conjunto de ferramentas e modelos prontos, que facilitam o acesso e entendimento de diversas variáveis, com técnicas de BI que permeiam todo o ERP. O BI CIGAM organiza e estrutura os dados inseridos na plataforma de forma a facilitar suas análises, e ainda promete fácil implementação e aprendizado rápido.

Permite o monitoramento das informações em tempo real e através de qualquer dispositivo, assim você terá acesso a esses dados a qualquer hora e em qualquer lugar que precisar.

O dashboard é montado a partir das regras especificadas pelo próprio usuário, possibilitando a classificação e ordenação dos dados e a criação de relatórios inteligentes e gráficos personalizados. 

  • Disseminação da informação

A tela inicial do CIGAM pode servir como um painel personalizado de comunicações, permitindo o compartilhamento de informações e comunicados.

Através do OLAP (Online Analytical Processing), também é possível transformar em gráficos as informações das pesquisas realizadas no software, o que traz múltiplas perspectivas às análises dos dados.

  • Integração de todo o ecossistema empresarial

Um ecossistema empresarial consiste em todas as organizações que fazem um negócio funcionar, sendo que uma depende da outra para obter sucesso.

Patrocinado

Podemos dar como exemplo de um ecossistema empresarial , para ficar mais claro, fornecedores, produtores, colaboradores, meios de pagamento e concorrentes.

Todos são ligados de tal forma que os resultados de um interferem diretamente nos resultados do outro.

O ERP CIGAM 4.0 permite, através de seus mais de 70 módulos, gerenciar todos estes relacionamentos de forma integrada, inclusive do relacionamento interno da empresa, entre seus setores.

Os módulos de vendas e CRM, permitem a gestão dos pedidos e seus faturamentos, inclusive os de exportação, desde o primeiro contato com o cliente até sua efetivação.

Também mantém os históricos de atendimento armazenados para não deixar passar nenhuma informação relacionada a cada cliente, permitem gerenciar datas de entrega de pedidos, obter previsão financeira e gerenciar saldos de clientes.

Os módulos de finanças possuem funcionalidades para gerenciar tudo o que está relacionado à área financeira, como contratos a pagar e a receber, gestão do fluxo financeiro, de taxas de cartões, controle orçamentário, permitem também emitir notas fiscais, gerar arquivos da DIRF e gerenciar viagens.

Nos módulos de custos, você encontra funcionalidades para estruturação de preços, monitorar despesas e custos operacionais por período e gestão do custo real para proteger seu negócio de supervalorização e tributações excessivas. 

Ainda nestes módulos, você é capaz de gerenciar custo ABC (produtos/serviços, clientes/mercados/representantes/regiões e fornecedores), sendo fundamental para estruturação de estratégias e para construção do mapa econômico da empresa. 

Estes módulos ainda fornecem uma gestão abrangente de resultados, o que facilita nas tomadas de decisões e na avaliação da rentabilidade do negócio e de cada setor.

Patrocinado

Nos módulos de logística e distribuição, você encontrará as ferramentas para automatizar os processos de expedição e carga, separação de produtos, emissão de etiquetas e gerenciar rotas de entregas, facilitando o planejamento do setor.

Os módulos de manufatura oferecem muitas ferramentas importantes para gerenciar insumos e para o planejamento de produção dos produtos.

É possível organizar e detalhar os processos produtivos em cada uma das etapas,  analisar as demandas de pedidos e conciliar com as demandas de reposição.

Também possuem funcionalidades PCP – Controle de Produção.

Nos módulos de suprimentos, você encontra ferramentas para gestão de estoque físico e financeiro, desde os insumos para fabricação até os materiais prontos. 

Também permitem gerenciar as solicitações de reposição, cotações, ordens de compras e notas fiscais de entradas, inclusive de importações, bem como facilita o cadastro de produtos, inclusive os que possuem variáveis.

Com os módulos de gestão de serviços, você consegue automatizar a gestão de projetos, a gestão e manutenção de frotas e manutenção industrial, bem como gerenciar todos os serviços prestados por sua empresa, permitindo também seu acompanhamento via internet.

Por último, mas não menos importante, falaremos sobre os módulos de gestão de recursos humanos.

O ERP CIGAM 4.0 disponibiliza uma gama de ferramentas para os profissionais de RH, o que auxilia o setor em sua transformação digital e traz maior produtividade e assertividade para estes processos de gestão.

  • Segurança tributária

O módulo de controladoria, traz uma série de ferramentas para auditoria dos compromissos fiscais e a fim de identificar inconformidades nestes movimentos.

Com destaque para o Auditor Fiscal, esta solução do ERP CIGAM 4.0 automatiza a prestação de contas para o Fisco, auxilia na gestão de todas as obrigações fiscais nos âmbitos estaduais, federais e municipais, como por exemplo GIAS, EFD Fiscal (ICMS e IPI), EFD Contribuições (PIS/COFINS) e NFS-e, RPS, além de fornecer ferramentas contábeis e de controle patrimonial.

Conclusão

Com a tecnologia cada vez mais presente em nossas vidas, é difícil pensar que ainda existem empreendedores que optam por gerenciar seu negócio utilizando métodos antigos por medo de não se adaptarem à transformação digital.

Mas, a realidade é que estes métodos antigos de utilização de planilhas ou de sistemas de gestão que precisam ser instalados nas máquinas, podem levar uma empresa ao fracasso.

A concorrência cada vez mais acirrada obriga que estes empreendedores dêem mais atenção em campanhas de marketing agressivas e assertivas do que em um processo de gestão manual.

Além disso, é de suma importância que os dados da empresa fiquem armazenados em um local seguro, como o método de armazenamento em nuvem, que evita o vazamento ou perda de informações por conta de algum contratempo que possa vir a acontecer.

E mais, é preciso ter todos os resultados rapidamente na palma da mão quando tiver a necessidade de tomar decisões estratégicas na hora comprar, vender e investir.

Por isso, os ERPs 4.0 são soluções de ponta que conseguem resolver todos estes problemas e ainda integrar todos os setores do negócio para obter resultados muito precisos, sincronizados e centralizados, facilitando o planejamento de estratégias e as tomadas de decisão.

Para conhecer mais ERPs 4.0, acesse a categoria completa destas soluções no portal B2B Stack. Lá, você poderá comparar ferramentas e ver avaliações de usuários para escolher a mais adequada ao seu negócio.