Saiba quais empresas podem se tornar unicórnios em 2021

0
348
empresas que podem se tornar unicornios em 2021

Se você está antenado com as novidades do mercado, você já deve ter ouvido falar do termo ‘Unicórnio’. Se tratam de empresas que conseguiram o grande feito de serem avaliadas em 1 bilhão de dólares, antes de abrir o capital na bolsa de valores.

Como o nome indica, a relação com o animal mitológico não é à toa. Trata-se de um clube de startups de sucesso extremamente restrito que é atualizado anualmente com adições de alguns dos principais negócios do Brasil e do mundo.

Patrocinado

Pensando nisso, vamos trazer aqui algumas das empresas que podem se tornar unicórnios em 2021.

Quais são os unicórnios brasileiros?

empresas que podem se tornar unicornios em 2021

Quando se fala deste clube exclusivo, apenas cerca de 500 empresas no mundo atingiram o patamar de Unicórnio. No Brasil, existem 16 negócios com esse título. Vamos conhecê-los a seguir:

  • 99 – Startup do ramo de aplicativo de transportes;
  • Arco Educação –  Empresa focada em soluções educacionais para o ensino básico;
  • C6 Bank –  Banco digital;
  • Creditas – Fintech de crédito com garantia de veículos e imóveis;
  • Ebanx – Soluções financeiras de pagamento;
  • Gympass – Plataforma corporativa de uso de academias;
  • iFood – Empresa desenvolvedora do aplicativo de delivery de alimentos;
  • Loft – Plataforma digital para compra e vendas de imóveis;
  • Loggi – Serviço de entrega que une empresas, consumidores e motofretistas;
  • Nubank – Startup do ramo de serviços financeiros;
  • PagSeguro – Empresa de serviços de pagamento online;
  • Quinto Andar – Startup com serviço de aluguel, compra e venda de imóveis;
  • Stone Pagamentos – Fintech que oferece serviços de pagamentos;
  • Wildlife – Estúdio de jogos para celular;
  • Vtex – Multinacional de tecnologia de cloud commerce e SaaS. 

Madeira Madeira: a última a entrar no time

Além das 15 empresas mencionadas acima, o começo de 2021 trouxe também mais um membro do time dos unicórnios brasileiros: a Madeira Madeira.

Em uma nova rodada de investimentos ,co-liderada pelo conglomerado japonês Softbank e pela gestora Dynamo, a startup curitibana responsável pelo maior e-commerce focado em produtos para cada do Brasil ultrapassou o valor estimado de US$1 bilhão.

Fundada após a falência da empresa de pisos da família Scandian, a Madeira Madeira já havia recebido um investimento de Série D, em setembro de 2019. Então, com esse aporte, também ajudado por fundos como VELT Partners, Brasil Capital, Lakewood Capital, Flybridge e Monashees, o negócio já acumula US $338 milhões em captações.

Empresas que podem se tornar unicórnios em 2021

Com um novo ano, também surgirão novas empresas para complementar o grupo de Unicórnios no Brasil. Listamos a seguir algumas das startups que você deve ficar de olho no ano de 2021 para ocupar este posto:

Neon

Fundada em 2014, a Neon Pagamentos é uma das principais fintechs do país, apesar das dificuldades enfrentadas em 2018, em que o banco passou por uma liquidação extrajudicial, mas teve sua retomada após parceria com o Banco Votorantim.

Em setembro de 2020, a fintech recebeu um investimento de US$300 milhões, liderado pelo fundo americano General Atlantic. Então, com a virada do ano, existe um grande otimismo no mercado sobre novos aportes, o que aproxima a empresa do posto de unicórnio.

Olist

Patrocinado

Fundada em 2015, no Paraná, a Olist é outra empresa que recebeu aporte da Softbank, mesma fonte dos investimentos da Madeira Madeira. Nesse caso, o investimento de US $60 mi foi feito em uma promissora startup do ramo de marketplaces, um dos segmentos que mais cresceu no ano de 2020.

Dr.Consulta

Quando se fala no setor da saúde, a Dr.Consulta aparece como uma das mais promissoras empresas pelos especialistas. Trata-se de uma rede de centros médicos, fundada em 2011 em São Paulo, que oferece o serviço de consultas e exames online.

Além de oferecer a participação em diversos estados, também traz as consultas e exames por preços populares, outro ponto importante para a projeção de crescimento em 2021.

CashMe

Formada dentro da incorporadora Cyrela, a fintech de empréstimo com garantia em imóveis, CashMe, hoje já é independente e contou com um crescimento considerável no ano de 2020. 

Patrocinado

Concorrente da Creditas, a empresa formada em 2017 conta com a experiência interna da Cyrela, e portanto, também traz ótimas projeções de lucro no ano de 2021.

RD Station

A já reconhecida startup de tecnologia fundada em Florianópolis, RD Station (ex-Resultados Digitais) já cravou o seu lugar no mercado de Marketing Digital brasileiro. Com suas plataformas RD Station Marketing e RD Station CRM, além do evento RD Summit, a empresa pretende aumentar ainda mais o seu espaço em 2021.

Cargo X

Patrocinado

Fundada em 2013 com a finalidade de atender uma das grandes questões do transporte brasileiro, a Cargo X funciona como uma transportadora que conecta empresas e caminhoneiros por meio da tecnologia. No ano de 2020, ainda expandiu suas áreas de atuação, cobrindo também os setores de marketplace e serviços financeiros.

Leia também: SOFTWARES B2B APOSTAM NA AVALIAÇÃO DE CLIENTES PARA ESCALAR NEGÓCIOS

Conclusão

Mesmo com um período de incertezas causado pela pandemia do COVID-19, muitas empresas conseguiram encontrar o caminho para continuar crescendo em 2020. 

No ano de 2021, mesmo com as melhores projeções, muito do que conhecemos como ‘normal’, ainda estará distante e, portanto, afetará diretamente a maneira com que o mercado se comporta.

Então, enquanto não é possível afirmar com certeza que os negócios citados acima terão sucesso, a maneira com que usaram as adversidades como oportunidade devem ser observadas, especialmente neste novo ciclo.