Storyboard: Aprenda como usar em estratégias de marketing

Publicado em 17 de fevereiro de 2022

O marketing digital se tornou fundamental para as empresas que querem ser reconhecidas no mercado, e hoje, vamos te mostrar uma das técnicas que você pode usar para cativar de vez seus leads, clientes e até colaboradores: o Storyboard.

Storyboard é uma prática que permite à sua empresa contar uma história através de vídeos, normalmente curtos e eficientes.

Hoje, trabalhar com vídeos faz parte das estratégias de marketing de grande parte das empresas.

Segundo uma pesquisa realizada, 86% das empresas entrevistadas responderam que utilizam vídeos em suas campanhas, e isso se dá pelo consumo de vídeos online ter quase dobrado desde 2018.

Além disso, o ROI das campanhas com vídeos costuma ser alto, pois a estratégia influencia desde o tráfego das plataformas digitais, até a percepção do público para com uma marca.

No entanto, não basta apenas pensar em um roteiro e gravar um vídeo para que ele traga o retorno esperado.

Quem já assistiu a algum dos comerciais do energético Red Bull, por exemplo, sabe bem o que a marca deseja passar com os seus cartoons. E este é o ponto chave das técnicas que utilizam Storyboards.

Imagem de um comercial da Redbull que mostra seis pássaros conversando

Essas estratégias vão além do “criar vídeos”. Isto é, requerem o planejamento de cada cena e análises aprofundadas sobre elas, para que uma história que se deseja contar faça total sentido para os espectadores do início ao fim, e seja marcante para o público que se quer atingir.

O que é Storyboard?

Imagem com seis quadros de storyboard contando uma história de pessoas em uma festa

Storyboard, ou na tradução literal “quadro de história”, é uma técnica que utiliza sequências de desenhos quadro a quadro para esboçar cenas de uma história que será lançada em vídeo.

O Storyboard se assemelha às histórias em quadrinhos, e hoje, a prática de desenhar cena por cena de uma narrativa é utilizada para diferentes contextos:

Jogos , filmes, animações, e é claro, nas estratégias de marketing de empresas de todos os segmentos e tamanhos.

Com o uso do Storyboard é possível saber exatamente como será o enquadramento e os movimentos que ocorrerão em todas as cenas de um vídeo antes de começar a produzi-lo, assim como ficarão os efeitos especiais que se deseja inserir, o que evita retrabalho e melhora a produtividade das equipes de criação.

Dessa forma, os criadores de conteúdos digitais conseguem planejar cada detalhe para que a história e todos os seus elementos sejam os mais assertivos possíveis, de acordo com os objetivos traçados:

Lançar um produto, demonstrar como é a navegação do seu site ou APP, contar mais sobre a sua marca , mostrar como o seu produto pode ser a solução para os problemas dos seus seguidores, e assim, se divulgar de maneira criativa e inovadora.

Como surgiu o Storyboard?

Os Storyboards começaram a ser utilizados primeiramente na indústria cinematográfica, na década de 20.

No entanto, o Storyboard no formato atual foi desenvolvido nos estúdios Walt Disney na década de 30, uma vez que perceberam a importância de ter separada e sequencialmente cena por cena dos seus desenhos em um papel.

“Os três porquinhos”, de 1933, foi o primeiro filme a usar por completo os Storyboards durante a sua criação, ou seja, além do roteiro escrito, os criadores do filme utilizaram quadros com as cenas desenhadas para desenrolar toda a história antes mesmo dela ser gravada em vídeo.

Storyboard nas redes sociais

Todos sabem que as redes sociais são utilizadas por bilhões de pessoas ao redor do mundo, e por isso, todas as empresas que querem aumentar sua visibilidade e ficar mais próximas do seu público tendem a tê-las como foco das suas campanhas de marketing.

Saber o que os seguidores querem ou não ver nas redes sociais, portanto, é um diferencial para qualquer negócio, e ainda conforme a pesquisa citada anteriormente, nove em cada dez pessoas gostariam de ver mais vídeos de marcas em 2021.

Então, com todas as ferramentas de automação de marketing disponíveis no mercado, e o uso de tecnologias que permitem criar vídeos cada vez mais interativos e atrativos, os Storyboards tornaram-se totalmente viáveis para as estratégias de redes sociais.

Exemplos de Storyboard

Para você se inspirar em exemplos de Storyboard, trouxemos 3 modelos de esboços quadro a quadro para incentivar suas campanhas de marketing usando este recurso. Acompanhe.

Storyboard de animação

Este modelo de Storyboard trata-se do esboço de um dos episódios de Tom & Jerry, e em cada quadro, além dos detalhes dos movimentos dos personagens, expressões e diferentes enquadramentos, estão descritas informações importantes para que tudo isso vire a animação como a conhecemos.

Imagem com doze quadros mostrando  uma história

Storyboard de jornada do cliente

Este modelo de Storyboard demonstra uma jornada do cliente. Você pode criar um vídeo a partir deste modelo apresentando uma situação ruim, e depois, uma resolução para este problema, ou seja, seu produto.

Imagem de um quadro com seis quadros mostrando uma história de um aplicativo de pizaria

Storyboard de onboarding de usuários

Este modelo pode ser usado para o onboarding de usuários, uma vez que é possível criar um vídeo a partir dele ensinando o passo a passo que seu cliente precisa seguir para utilizar o seu produto.

Imagem com seis telas de celular com quadros de para mostrar como funciona o aplicativo do exemplo

Boas práticas para criar um Storyboard

Storyboard com três quadros mostrando pessoas em uma festa

O primeiro passo para criar seu Storyboard, sem dúvidas, é o planejamento, pois sem este primeiro passo, nada será possível.

Para que todo o seu projeto seja viabilizado, você precisa ter em mente o objetivo que se deseja alcançar com a estratégia.

Depois, é preciso pensar nas personas que se deseja atingir para começar a criar o seu roteiro, assim como no marketing de conteúdo.

Afinal, se você quer usar Storyboards para criar vídeos de treinamentos para colaboradores, não faz sentido criar um roteiro de vendas para sua história e vice-versa, não é verdade?

Por isso, conhecer suas personas será fundamental para criar a narrativa da sua história.

Com o roteiro criado, é hora de começar, de fato, a esboçar as sequências de cenas do seu vídeo.

Neste momento, cada cena deverá ser planejada e desenhada de modo a considerar sua duração, o áudio que será utilizado em cada uma ou em toda a história, assim como quais serão as cenas de maior impacto.

Este esboço pode ser feito tanto utilizando apenas papel e caneta quanto com o uso de um software, o que pode trazer ainda mais insights, uma vez que no geral, eles oferecem modelos e de personagens pré-definidos, prontos para edição.

Além disso, é preciso entender como serão as movimentações dos personagens e outros elementos da história, e principalmente, quais serão os ângulos, cores e luzes que se deseja captar em cada cena, além das partes em que serão realizados os cortes.

Com tantos detalhes, o ideal é deixar um espaço abaixo ou ao lado de cada quadro para adicionar por escrito todas as informações mais relevantes em cada cena e também numerá-las.

Por fim, analise todas as cenas, veja o que realmente faz sentido para sua história, se os personagens estão passando a visão que você deseja, se a velocidade de cada cena é ideal, e então, faça os ajustes necessários para criar um vídeo que proporcione muito entretenimento ao seu público-alvo.

• Veja também a categoria completa de edição de áudio e vídeo no portal B2B Stack, pois estes softwares te apoiarão durante todo o uso dessas mídias.

Dica B2B Stack: 3 ferramentas para fazer Storyboard

Agora que você já sabe o que são Storyboards, vamos te apresentar 3 softwares onde você pode criar os seus quadros e cenas, e ser lembrado por seus leads e clientes pela criatividade e entretenimento das suas campanhas de marketing digital.

Saiba como funcionam as seguintes ferramentas para fazer Storyboards:

  • Storyboard That;
  • Canva;
  • Adobe Creative Cloud Express.

Storyboard That

Logo do Storythat. O logo possui dois balões de conversa. Um de cor azul marinho e outro de cor laranja

Storyboard That é uma plataforma para criar Storyboards, que funciona no modelo de arrastar e soltar objetos, sendo indicada até mesmo para quem não possui experiência com esse tipo de técnica.

O Storyboard That oferece ferramentas para estudantes, professores e empresas, sendo que para uso profissional e educacional a plataforma disponibiliza testes grátis, e também possui uma versão gratuita para uso pessoal que permite a criação de até 2 modelos por semana.

No Storyboard That você pode criar um quadro do zero e com suas próprias figuras e imagens, ou criá-lo a partir de modelos pré-definidos disponibilizados pela própria plataforma.

Estes modelos incluem opções de desenhos para gestão de negócios, treinamentos e onboarding de funcionários e usuários, campanhas de marketing, desenvolvimento de produtos, ensino de astronomia e ciências, e mais.

A ferramenta também disponibiliza personagens customizáveis, balões de fala, formas, figuras e outros recursos visuais para que você consiga editar conforme as necessidades, podendo alterar os tamanhos, cores, adicionar camadas e filtros, ajustar posicionamentos, entre outras funcionalidades.

Imagens feitas no Storyboard That

Além disso, entre outros recursos, você pode escolher o melhor layout de acordo com o seu projeto, adicionar títulos e descrições em cada quadro, gravar áudios e gerenciar permissões de edição por outros usuários.

Imagens de storyboard feitos no Storyboard That

Para uso pessoal e individual, os planos pagos do Storyboard That custam a partir de R$ 24,99/mês, considerando o faturamento anual.

Para professores e escolas, a plataforma custa a partir de R$ 24,99, variando conforme o número de alunos, e também levando em consideração o faturamento anual.

Já para empresas, o custo da plataforma é a partir de R$ 69,99/usuário/mês, podendo obter preços e condições personalizadas conforme as particularidades do negócio.

Canva

Logo do Canva

Canva é um software para criar artes que pode ser usado gratuitamente, e disponibiliza uma série de templates pré-definidos para a criação diferentes tipos de trabalhos com mídias:

Banners, infográficos, cartões de visita, cartazes, convites, cartões postais, etiquetas, logos, e entre outras possibilidades, seu projeto de forma colaborativa.

A solução é indicada para uso pessoal, para empresas, escolas e ONGs, e seus planos pagos variam conforme o tipo de utilização.

O Canva disponibiliza templates de Storyboards pré-definidos, mas caso necessário, você pode editar seu próprio modelo e utilizar suas próprias imagens e elementos.

Imagem com diversos storyboards como exemplos do Canva

No Canva você também pode personalizar seus quadros com diferentes cores, ícones, adesivos e fontes, e ainda, aplicar filtros e efeitos às suas cenas e objetos desenhados.

Os templates ainda apresentam personagens que você pode editar para não precisar criar do zero, além permitir adicionar áudios, vídeos, títulos, subtítulos, linhas e formas, entre outros recursos visuais aos seus Storyboards.

Imagem de um Storyboard criado no Canva

O plano pago Canva Pro custa a partir de R$ 24,15/mês, considerando o faturamento anual, e este permite a utilização da plataforma por até 5 pessoas. Os valores podem variar conforme a quantidade de usuários.

Já o valor do plano Enterprise e do Canva para a área da educação precisam ser consultados com a equipe de vendas da plataforma.

Adobe Creative Cloud Express

Logo do Adobe Cloud que faz Storyboard

Adobe Creative Cloud Express é um pacote de aplicativos Adobe que oferece diversos recursos de criação e edição de mídias.

Ao contrário de outros produtos da empresa, o criador de Storyboards que faz parte do pacote pode ser utilizado gratuitamente por qualquer usuário.

A ferramenta para criar quadros de histórias da Adobe oferece modelos pré-definidos de templates e permite a customização dos seus elementos, ícones, cores e fontes, além da personalização de objetos em camadas, aplicação de fundos, e também permite que você faça o upload das suas próprias imagens e figuras.

tela de um Storyboard criado no Adode Creative cloud

No Adobe Creative Cloud Express você também pode adicionar efeitos aos seus Storyboards e outros recursos visuais, como texturas e sobreposições.

Se você quiser adquirir o plano Pró do Adobe Creative Cloud Express, seu custo é de R$ 432,00/ano, considerando o faturamento anual e pré-pago.

Conclusão

Os Storyboards, ou quadros de histórias, são ferramentas essenciais para quem trabalha com vídeos, e não é à toa que fazem parte das técnicas de criação de filmes utilizadas por grandes nomes da indústria cinematográfica, como Walt Disney.

Esses esboços quadro a quadro permitem que as equipes que criam conteúdos audiovisuais tenham uma visão total de cena por cena dos seus vídeos ou filmes.

Vários aspectos podem ser planejados e analisados com precisão utilizando dessa técnica, por exemplo a movimentação, expressões e características de personagens, a duração de cada cena, as cores e tonalidades do ambiente que se deseja captar, e de tudo o que se pode melhorar para contar uma história que faça o espectador imergir na trama por completo.

Os Storyboards trazem benefícios em diversas áreas: marketing, vendas, e até mesmo para eliminar as filas de atendimento e suporte técnico, pois imagine o quanto os usuários dos seus produtos podem aprender com vídeos criativos e totalmente pensados para ensiná-los!

Neste conteúdo você também conheceu 3 ferramentas para planejar e criar seus quadros de histórias: Storyboard That, Canva e Adobe Creative Cloud Express, sendo que nessas soluções você consegue personalizar todos os seus quadros conforme as necessidades.

E aí? Gostou do nosso conteúdo sobre Storyboard? Agora, aproveite para navegar na B2B Stack, maior portal de busca e avaliação de softwares da América Latina, para conhecer mais de 23 mil ferramentas e automatizar todos os seus processos corporativos!

Publicado por Marcia Lira

Bióloga, apaixonada pela natureza e recém inserida no mundo da tecnologia, acredito no poder gigantesco das ferramentas tecnológicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente. Nada precisa ser massante e árduo para funcionar, mas sim, inteligente, inovador e prático.


Artigos relacionados