Topo de funil: o que significa e quais as características desse estágio do funil de vendas

0
144
Topo de funil Entenda tudo sobre esse estágio do funil

O topo de funil é o momento de conhecimento de um problema, por parte do cliente. Entenda neste artigo do que se trata e como alinhar suas estratégias de conteúdo com as especificidades dessa etapa do funil de vendas.

Patrocinado

Um dos grandes desafios para empresas que estão sempre em busca de novos clientes é adequar as suas estratégias de marketing para cada público. Seja por meio de blog posts, sites ou redes sociais, é muito importante saber o que cada etapa do funil de vendas te indica em questão de caminhos de conteúdo.

Muitas vezes, simplesmente focar em vender não te trará bons frutos e pode, inclusive, afastar possíveis clientes.

Por isso, vamos explicar neste artigo um pouco sobre a primeira parte do funil de vendas, o topo, e como direcionar os seus conteúdos para melhor conversão. 

O que é o funil de vendas?

funil de vendas

Como já explicamos no nosso guia completo sobre o funil de vendas, esse conceito pode ser caracterizado como um modelo estratégico que ilustra toda a jornada do cliente, desde o primeiro contato até o fechamento da compra. 

Também conhecido como pipeline, o funil é formado por três etapas: topo, meio e fundo. Por meio das informações retiradas nesta divisão, o vendedor pode realizar ações direcionadas para cada um desses públicos, o que irá aproximá-los ainda mais do momento da compra.

Porém, como já dissemos, hoje iremos focar especialmente no topo de funil. Saiba mais dessa etapa a seguir.

O que é o topo de funil?

O topo de funil é a parte inicial e mais larga do funil de vendas. É nesse momento em que a empresa recebe o maior número de visitantes e portanto, precisa encontrar uma maneira de atraí-los. 

É nesse momento em que você precisará educar esses prospectos sobre um problema que eles não sabiam possuir, mas que você terá a solução no futuro. No fim do processo, isso resultará em mais vendas.

Por que o topo de funil de vendas é importante?

Considerando que o momento de atração desses possíveis clientes acontece no topo do funil, traremos então alguns dos principais pontos que mostram a importância dessa etapa:

  • Primeira impressão – Como dissemos, é nessa etapa momento da jornada em que o cliente tem o primeiro contato com a sua empresa. Portanto, se conseguir acertar e deixar uma boa primeira impressão, a chance desta pessoa retornar cresce mais ainda.
  • Educação do prospecto – É nesse momento também que a pessoa têm acesso a diversos novos conteúdos e direcionamentos que o mostram a necessidade de resolução de um problema que até o momento era desconhecido. Isso poderá ser convertido em vendas no futuro.
  • Autoridade – Quando um cliente conhece de um assunto ou problema por meio de um conteúdo da sua empresa, também existe a chance de ele reconhecê-la como uma autoridade no assunto.

Como criar blog posts para topo de funil?

Conteúdo para topo de funil

Como já mencionamos, o conteúdo feito para o topo de funil tem como grande objetivo permitir que a persona entenda que tem um problema que deve ser resolvido

Pensando nisso, quando se pensa em blog posts, é muito importante que todas as informações sejam transmitidas de forma clara e objetiva, para então despertar a curiosidade do leitor.

Considerando que, na maior parte dos casos, essas pessoas não conhecem sobre o assunto, cabe ao redator tentar ‘mastigar’ as informações para melhor compreensão.

Além disso, outro ponto importante é evitar passar a imagem de que está tentando vender. Para isso, lembre-se sempre de não citar a sua empresa nesses conteúdos feitos para o topo do funil. Isso é importante pois, caso o leitor pense que está lidando com uma propaganda, ele logo desistirá de ler e, portanto, se tornará uma oportunidade perdida.

Dicas de nomes para conteúdo de topo de funil

Um dos grandes componentes que irão decidir se o seu blog post será lido, ou não, é o título. Para a estratégia de topo de funil, isso significa adaptar sua escrita para gerar interesse nessa pessoa. 

Patrocinado

Alguns exemplos que você pode usar, tendo em vista temas gerais relacionados à atividade do seu negócio são:

  • 5 dicas para melhorar o “tema X” na sua empresa;
  • Porque você deve ter mais atenção com o “tema X”;
  • 7 coisas que sua empresa deveria estar fazendo sobre o “tema X”
  • Os 10 benefícios do “tema X” em “empresas Y”;

Como usar gatilhos mentais para topo de funil de vendas

Os gatilhos mentais, explicando de forma extremamente breve, são eventos que podem causar sintomas emocionais positivos (felicidade, calma, entusiasmo, motivação etc.) ou negativos (medo, pânico, desânimo etc.). 

No caso, não se trata de hipnose ou qualquer truque de manipulação. Esse é um processo natural do ser humano que acontece diariamente com todos nós, mesmo sem percebermos. 

Todos os dias recebemos diversos gatilhos que nos influenciam a tomar decisões. Para vendas e marketing, esse conceito é muito usado na persuasão de possíveis clientes de forma a fazer com que eles relacionem o seu produto à um sentimento.

Por isso, vamos trazer aqui alguns desses gatilhos e como eles podem ser usados nos seus conteúdos de topo de funil para melhorar suas chances de conversão: 

Autoridade

Quando você está procurando por um produto ou serviço e está em busca de opiniões sobre qual caminho seguir, você tem mais chance de acreditar em um site que já conhece, ou em um que você nunca ouviu falar? Aí que entra o gatilho da autoridade. 

Patrocinado

Esse conceito não é nada mais do que se colocar como um especialista no assunto, o que gera mais confiança no leitor e o incentivará a continuar consumindo o seu conteúdo. 

Você pode fazer isso por meio de citações diretas e indiretas, o uso de dados verdadeiros (citando as fontes) e oferecendo contexto para os conteúdos que está oferecendo.

Reciprocidade

O conceito da reciprocidade é muito simples e pode ser resumido em uma frase: se você faz uma boa ação para alguém, essa pessoa provavelmente irá fazer algo positivo para você.

Patrocinado

Para o conteúdo de topo de funil, isso quer dizer oferecer um texto rico em informações (como um e-book, por exemplo) que irá ajudar a pessoa, em troca dos dados de e-mail. Em conteúdos de blog, a reciprocidade se dá em trazer a informação de forma gratuita para depois isso se tornar uma venda.

Isso é muito comum e pode ser percebido na ação de diversas grandes empresas.

Um exemplo famoso é de serviços de streaming como a Netflix, que te oferece um período gratuito em troca dos dados que você oferece no processo.

Conclusão

Saber unificar as estratégias de marketing com as ações de vendas é essencial para qualquer empresa que queira ter sucesso. Para isso, estabelecer um funil é uma estratégia muito interessante para organizar, de forma visual, os clientes e prospectos que tem contato com o seu negócio.

Para isso, o topo do funil pode ser considerado o momento chave para direcionar os esforços, tendo em vista que é a etapa que mais pessoas estão ao seu alcance. Então, se possível, é muito indicado que a sua empresa produza conteúdos focados especialmente nestas pessoas. 

No final do mês, isso pode significar a diferença entre o sucesso e o fracasso em relação às metas de vendas.