Alta Performance: como atingir?

0
48
alta-performance

Hoje vamos falar sobre a alta performance, e como esse termo se aplica de forma mais direta ao dia a dia do empreendedor, e daqueles que procuram sempre melhorar… Tanto em seu desempenho individual, quanto com a sua equipe de trabalho.

Importante dizer que, não necessariamente alta performance está ligada apenas ao marketing e tecnologia… mas pode sim ser voltada a qualquer tipo de prática que gere repetição a procura da melhora e de excelência.

A alta performance começa com a mentalidade, com a busca de “ir além”, e fazer mais (persistência e perseverança)

E acaba se tornando uma consequência de uma preparação organizada, que faz com que o gestor tenha a possibilidade de sair do “bom”, e ir para o “excepcional” com sua equipe

De forma consciente, sempre observando que aquilo que faz, tem de trazer resultados positivos. 

E cada vez mais procurando essa melhora.

*Até aí tudo bem certo? Vamos em frente para ajudar a simplificar.

Conceito aplicável de Alta Performance para Produtividade

Apesar das várias interpretações a respeito de alta performance e dúvidas sobre, é importante entender que ela se aplica a partir da definição de metas, e estratégias para conseguir aplicar em períodos já pré determinados, um plano de ação que possa “dar certo”!! 

Que tenha a possibilidade real de se tornar mensurável, e com o tempo, o desempenho que precise de colaboração e produtividade da equipe toda para que seja rentável e produtivo.

O gestor, como principal responsável pelo desenvolvimento da atuação de trabalho, tem de conseguir e proporcionar um ambiente, estrutura e ferramentas adequadas

Com objetivo de que seu pessoal consiga se sentir motivado a ultrapassar as “barreiras” que tinham no começo da performance e do planejamento da empresa… 

Justamente para que no futuro, possa se tornar naturalmente, uma positiva produtividade, e por consequência uma alta performance. 

Empresas tecnológicas e a Alta Performance

Eu posso citar alguns exemplos de empresas que são “espelhos”, e que obtiveram altas performances, através de formas bem aplicadas, e precisas em prol de bons resultados, além de satisfação dos clientes.

Aquelas que tem a atuação do modelo de negócio B2C (Business to Consumer – Que são negócios para pessoas físicas, “gente como a gente” no dia a dia.)

Como por exemplo Ifood, Uber e a Corello.

Assim como B2B Stack (Business to Business – O foco de atuação e negócio são Que  empresas para pessoas jurídicas, ou seja, empresas que são prestam serviços diretamente já para e com outras empresas). 

Como por exemplo Danish Water Technology, Be Business e a B2B Stack.

B2B Stack e Seu Modo de Atuação

A B2B Stack é uma empresa que utiliza suas ferramentas para realizar upgrades e otimizar a performance do seu time.

O controle de tempo de tarefas é uma prática essencial para conseguir se diferenciar, e se destacar como startup, dentro do nicho tecnológico.

E a própria atuação direta destes no mercado (Business to Business), a empresa consegue harmonizar a utilidade de suas ferramentas para assim encontrar o resultado desejado.

Trabalhando para conseguir, procurar um fechamento de contrato com as suas empresas clientes e parceiras, de forma ampla e concisa.

Obviamente tendo a ética como um de seus norteadores diariamente. 

Mas dentre todas as suas funções, precisa-se das ferramentas certas para isso, certo?

Então, vamos falar de algumas ferramentas que são “mexidas” pelo pessoal… e o interessante a se perceber é que, muitas delas são de uso popular.

E qualquer pessoa com um computador nas mínimas condições necessárias, pode usar tais ferramentas.

Quais ferramentas?

Citando algumas delas para controle de tempo de tarefas:

  • Slack: É um software aplicado para toda a equipe conseguir se comunicar, tanto internamente, quanto remotamente, quando algum membro trabalha home office. *
  • GSuite: É usado para melhor administração das tarefas por se tratar do pacote de cunho corporativo que o Google disponibiliza para ter acesso a seus aplicativos.

Alguns aplicativos que Repositor de arquivos como por exemplo Google Docs, Sheets,, Slides, ou seja, tudo dentro do Google Drive em si. *

  • Google calendar ou Agenda do Google: Apesar de ser um dos “braços” do GSuite, é um serviço preciso para conseguir fazer tanto controle de pequenas tarefas… excelente compartilhador.

Até reuniões semanais importantes.

  • Trello: Serve para gerenciar e administrar outras tarefas do dia a dia (até como agenda). Inclusive podendo “integrar” com demais aplicativos como por exemplo o slack.

Aplicativo de gestão de tarefas de equipe baseada em metodologia ágeis, simples para organizar o fluxo de trabalhos em equipe.

  • Team Work: Usado para gestão e  desenvolvimento de projetos, com interfaces dinâmicas, gráficos (gráficos de gantt), relatórios mais instantâneos de baixo ou mais alto nível ou complexidade.

 

  • GitHub: Auxilia em gestão de sprints com desenvolvedores locais ou remotos. É também um sistema e guia de repositório de projetos.

 

13 Palavras chave para Auto Performance para Business World/ Startups.

  • Motivação
  • Entusiasmo
  • Disciplina  
  • Exemplo
  • Adaptação 
  • Pesquisa de Mercado
  • Estudo de Negócio
  • Preparação 
  • Metas  
  • Planejamento
  • Criatividade
  • Confiança
  • Resiliencia

Analogia do Gestor com a Imagem de um Mestre

O gestor como principal figura de liderança, precisa se capacitar para conseguir “tomar a frente” de seu grupo.

Afinal a sua equipe vai segui-lo… 

Por isso a necessidade de instrução do gestor. 

E fazendo uma analogia básica e até mesmo a uma comparação clássica, basicamente, a função do gestor é a mesma do valor que um mestre possui…

Se pensar nos mestres de artes marciais orientais, e toda a sua concentração, disciplina, paciência e foco… 

Apesar das práticas de atuação serem diferentes… os líderes possuem suas funções e autoridades.

Mas para o mundo dos negócios, o líder, irá ensinar os demais membros da equipe a terem uma melhor performance, assim como o mestre irá ensinar seus aprendizes esse intuito…

Em ambos os casos, os resultados desejados são para o melhor dos seus desempenho… para atingir a alta performance.

3 Gurus “Mestres” da Alta Performance.

Steve Jobs

Talvez até mesmo um exemplo controverso e polêmico por causa do jeito irritadiço, explosivo e esquentado, mas Jobs tinha um dom insubstituível…

Como um dos pais da Apple, Jobs junto ao seu companheiro de fundação de companhia, Steve Wozniak, conseguiram em 1977 “dar vida” ao Apple II.

Que foi um dos produtos iniciais que conseguiu dar a fama que eles tanto precisavam. 

Jobs Wozniak, e mais um grupo pequeno de amigos, juntaram-se para desenvolver a primeira placa do Apple II 1977.

Apesar do jeito impaciente de Jobs, ele conseguia inspirar de forma quase que poética as pessoas de sua empresa, insistente e persistente, tentava persuadir até conseguir o que queria.

A Apple foi uma das empresas responsáveis por dar a imagem referencial do Vale do Silício como uma das terras natais do empreendedorismo tecnológico.

Jobs fundou também a empresa de tecnologia Next, e também envolveu-se diretamente na criação da Pixar.  

A alta performance foi forte nesse caso, mesmo que não seja o melhor exemplo de liderança branca, mas certamente foi uma das mais inspiradas e idealistas para entregar ao mundo…

Algo que nunca tinha visto antes… isso ainda no século XX.

Aaron Ross

Um empreendedor moral e com ideais inovadores que fez esse respeitado engenheiro de Meio Ambiente escrever o livro “Receita Previsível”… 

Onde pôde com o resultado estratosférico de tão bom das vendas desse livro, mais as ações que o tornaram ícone e exemplo de mestre na “tangente” de alta performance”

Os insights de Aaron Ross foram responsáveis em 1999 a criarem a sua primeira empresa, a LexExchange.

Que o fez junto a sua empresa, arrecadar mais de R$ 5 milhões de dólares, além de para a equipe, o transparecer como um revolucionário do mercado empreendedor.

Em 2002 ele assumiu a direção da companhia da Salesforce na área de vendas corporativas, e isso proporcionou como resultado futuro uma renda de R$100 milhões de dólares.

Pouco dinheiro não é mesmo? (Emoji de surpresa).

Ross defende como principal abordagem pras vendas, que fossem feitas de forma qualificada, e bem feitas… “A TEM QUE ACONTECER DE QUALQUER JEITO…” 

Mas sempre de forma ética e complacente… mais um exemplo de alta performance.

Já foi responsável pela publicação de livros.

3 deles: 

  1. Comece um Negócio Gratificante (Starting e fulfilling business). 
  2. Transforme seus funcionários em mini presidentes/ ou mini chefes (Turn your employees in mini-CEOS)
  3. Você pode ganhar quanto dinheiro quiser fazendo o que ama (You can make as much money you want doing what you love).

Em 2008, Aaron Ross introduziu o conceito outbound para a finalidade de marketing de sucesso em seus empreendimentos, e com isso, foi exemplo mundial de business act.

Sendo assim mais um grande empreendedor em controle de tempo de tarefas, e também de alta performance no geral.

E um um detalhe para falar, ele fez tudo isso sendo ainda pai de 9 filhos, e mais um vindo a caminho ai…

Ayrton Senna

O piloto de Fórmula 1, brasileiro, que tem 41 vitórias nas costas, que além de campeão, era um símbolo nacional de exemplo e alta performance exemplar.

Além de ter a fama de pessoa dedicada, educada e com características de caráter idôneo.

Responsável pela representação até mesmo em âmbito internacional do brasil, conseguiu a medalha de ouro em diversas corridas.

Mais um exemplo bom de alta performance, pois além de seu trabalho de forma individual, da disciplina, e a procura de sempre melhorar…

Lembrando que ele procurava estar em sintonia profissional junto a sua equipe, para assim terem o resultado desejado

Estágio de Formação de Equipes

Em 1965, o psicólogo Bruce Tuckman desenvolveu termos para elencar as fases que as equipes percorrem, consequentemente se desenvolvendo nesse trajeto.

Forming, Storming, Norming, Performing, Adjourning.

Forming (Formando)

Fase inicial, que os membros estão se entrosando… alguns empolgados, outros estão em fase de captação e entendimento de como o trabalho irá proceder. 

Storming (Tradução literal – Tempestando)

É a fase de adaptação, já passado um tempo desde a formação original. Pode ocorrer algumas discordâncias de opiniões, ou de estilo de atuação do trabalho.

Em certos casos, podendo ter ou problemas quanto a autoridade de um superior, ou gerando uma certa sobrecarga de trabalho. 

É uma momento delicado, tanto o líder quanto a equipe precisam estar antenados e seguir a objetividade de suas funções, e manter o foco principal.

Norming (Fazendo ou Formulando as Normas)

É momento de estruturar as regras da política da empresa, ainda como também definir regimento interno. 

De maneira progressiva, começam os feedbacks, e a planilhar de forma já mais organizada as tarefas de cada membro da equipe, ou das equipes.

O objetivo do grupo já está mais claro, e compreensível de forma geral.

Performing (Realizando)

Quando a equipe está mais “entrosada”, e põem mais a “mão na massa”.

Os resultados se tornam mais eficazes, diminuindo muito… praticamente neutralizando as questões de atritos que ocorriam na fase Storming.

E o desempenho está mais progressivo.

Um momento crucial para se poder alcançar, possivelmente a alta performance.

Adjourning (“Dissolvição”)

Situação que pode ocorrer em alguns casos, onde a equipe pode terminar… 

Às vezes por ser um trabalho temporário em conjunto, outras vezes por situações mais adversas, mas resumindo, é uma momento de dissolução do grupo profissionalmente.

O que é gestão de alta performing? 

Na atualidade as empresas, principalmente as startups estão inovando o mercado mundial tecnológico, e podendo assim trazer novos conceitos e produtos para o business world.

Hoje em dia, através de um viés de exclusividade, as empresas conseguem oferecer “o além”, o nome dessa prática é “overdelivery”, que são preços mais barateados, atenção e serviços

Personalizados, atenção redobrada para que todo o processo ocorra organicamente, e que seja bem sucedido o processo. Formas de pagamentos mais amplas e facilitadas,e produtos 

Mais adequados para cada perfil de cliente

O papel do gestor nesse meio é fazer além do “meio campo”, é conseguir unir a necessidade ao que é possível ocorrer, e fazer com que sua equipe se qualifique para trazer para os clientes

Tudo o que for possível, para que empresa e cliente consigam ter o que precisam.

Por isso a escolha dos membros da equipe, a motivação certa, um bom planejamento, o estímulo a criatividade do time são importantes para uma gestão boa.

Diferença entre Alta Performance e Auto Performance

Apesar de parecerem a mesma coisa, elas tem sim uma certa diferença.

Auto Performance- Se aplica quando o indivíduo, ou o grupo conseguem melhorar seu desempenho entre a passagem de um período para outro. 

Ex. Um jogador de basquete quando no final de uma partida, contabiliza o acerto de 10 arremessos durante um jogo. 

E após 6 meses, depois de treinar muito mais, com mais afinco e procurando a sua melhora,

acaba tendo um resultado de mais acertos nos jogos futuros, acertando 15 ou mais cestas.

Esse processo, se classifica como uma auto performance.

Enquanto que, na alta perfomance, a situação se torna uma consequência de um “super” empenho, através de um excepcional resultado.

E isso se aplica tanto em empresas quanto em outras áreas, profissionais ou não. 

Ex. Quando um nadador ou um corredor começa a sua carreira ficando por exemplo em um dos últimos lugares no fim das corridas// competições, mas após muito tempo de treino, 

dedicação e disciplina, esse enfim termina as corridas em primeiro lugar, ou está entre os melhores em alguma coisa. 

Nesse caso, a melhora é tão grande, e tão notável, que o resultado de avaliação é até mais que uma auto performance, torna-se uma alta performance.

Conclusão

Volto a dizer que o controle de tarefas alta performance é uma consequência de um trabalho bem realizado.

Além da sensação de um serviço bem realizado, e a satisfação do resultado geral, é o combustível para uma empresa, startup irem em frente.

E o gestor como líder, tem esse papel de tratar seus “agregados” como praticamente uma relação de respeito… 

E mais que isso, apenas e com um bom direcionamento e “professor” certo, motivado – gestor, o objetivo será realizado, e poderá fazer com que o grupo inteiro consiga ter êxito profissional.

E alcance a alta performance