Início Imobiliária Digital Imobiliárias digitais: conheça o passo a passo

Imobiliárias digitais: conheça o passo a passo

0
259
capa guia imobiliárias digitais

A transição digital é e será muito importante para empresas de todos os setores. Com o mercado imobiliário, isso não é diferente. Cada vez mais os consumidores procuram formas mais práticas de realizar processos antigos e, por isso, elaboramos um guia cobrindo o passo a passo desse processo de transformação para imobiliária digital.

O conceito de imobiliária digital nasceu, principalmente, como uma forma de atender às novas demandas trazidas por esses nativos digitais.

Para eles, o fator “tempo” é valioso. Então, não querem ter burocracias com a imobiliária para resolver qualquer assunto relacionado ao imóvel. “Liberdade” também é um atributo de peso para esse público. Mais afeitos a mudanças, consideram com mais frequência novas oportunidades de emprego e, consequentemente, querem ter mobilidade para isso.

Esses jovens querem se livrar da obrigatoriedade de cumprir contratos de locação engessados por burocracias e limitações para que possam viver mais próximo ao seu local de trabalho.

Cada vez mais, esse público valoriza a experiência e buscam um atendimento especializado, personalizado e consultivo. Nem que para isso se tornem cada vez mais protagonistas à frente de seus smartphones.

Atentos a esses novos comportamentos, surgem as imobiliárias que trazem em seu DNA um processo 100% digital.

Mas o que elas têm de diferente do modelo tradicional?

Leia também o artigo sobre os principais métodos ágeis de gestão para otimizar os processos da sua imobiliária.

Conhecendo o modelo digital das imobiliárias modernas

Basicamente, o modelo de imobiliárias digital tem se estruturado da seguinte forma, para clientes:

  • Site com fácil navegação: permitindo que o cliente encontre facilmente o tipo de imóvel que deseja;
  • Fotos dos imóveis: de alta qualidade, tiradas dos melhores ângulos, com tour 360 graus;
  • Informações completas sobre localização: de preferência conectadas à ferramentas como Google Maps para que seja possível o reconhecimento da vizinhança; 
  • Agendamento de visita online: dispensando do deslocamento do cliente até a imobiliária para retirar a chave; 
  • Processo de locação 100% online: desde a apresentação da proposta até o fechamento do contrato;
  • Assinatura digital: eliminando a necessidade de deslocamento até um cartório para fazer o reconhecimento das assinaturas. 

Para o proprietário do imóvel:

  • Para o locador, além de todas essas facilidades, as imobiliárias digitais ainda oferecem a garantia de recebimento do aluguel.

E o que a digitalização de processos oferece para os negócios das imobiliárias?

  • Ações efetivas de captação de potenciais clientes com a ajuda de redes sociais e mecanismos de busca como o Google;
  • Qualificação dos processos de pré-venda e locação com foco na otimização de tempo e esforço do time;
  • Prospecção de imóveis com automatização e inteligência de dados;
  • Operação interna mais eficiente e desburocratizada.

Conheça alguns cases de sucesso de startups do mercado imobiliário digital.

Confira também os nossos guias com as principais ferramentas (marketingvendasatendimento ao cliente,  gestão financeiracrédito e seguro imobiliário) para ajudar a sua imobiliária a otimizar as demandas e se manter atualizada com os novos tempos.

As imobiliárias tradicionais vão morrer?

Indiscutivelmente, é preciso inovar no processo de compra, venda e locação de imóveis. Mas será que o mercado imobiliário está passando por uma disrupção completa, como a que temos visto em outros segmentos como Uber x táxis ou Airbnb x rede hoteleira?

A resposta é que a necessidade de inovação está chegando até às imobiliárias em forma de inovação incremental.

Mas o que é isso?

Inovação incremental é aquela em que o novo produto ou serviço incorpora novos elementos em relação ao anterior. Para isso, no entanto, não são alteradas as funções básicas do produto.

Sua imobiliária não irá morrer desde que consiga:

  • Tirar os pontos de ineficiência de seus processos;
  • Construir uma equipe de alta performance;
  • Se antecipar às novidades do mercado;
  • Facilitar a comunicação com o cliente;
  • Implementar novos canais de autoatendimento;
  • Definir objetivos e marcos de conquista para a jornada do seu cliente;
  • Entender o que será necessário medir durante cada etapa.

Entenda também os impactos da crise do coronavírus no mercado imobiliário.

As ferramentas digitais não funcionam

Se uma imobiliária parte do princípio de que as ferramentas digitais funcionam somente até o momento em que algo dá errado… é preciso reconhecer: o que não está certo é a mentalidade de uso e não a solução em si.

Para ter sucesso na transformação digital é preciso criar um novo modo de pensar e de agir. Caso contrário, o ambiente se tornará fértil para que desculpas de toda natureza se tornem cada vez mais enraizadas

A imobiliária que pretende se tornar digital precisa se reposicionar para uma cultura mais adaptativa. A inovação demandará que novas decisões sejam tomadas – o que mudará estratégias, investimentos e políticas.

Fazer dar certo não é um papel que cabe exclusivamente à diretoria e/ou liderança. É preciso engajar o time todo nesse propósito. Do dono da imobiliária à recepção: todos devem ser envolvidos nesse processo (inclusive o corretor). Começar pelas pessoas é a melhor forma de iniciar a transformação digital.

Palestra com Pedro Henrique Nhimi (COO na Universal Software)

A transformação digital imobiliária é um tema inevitável para grande parte das áreas de atuação. Em muitos casos, essa possibilidade de mudança é o que tira o sono do trabalhador que tem medo de ser substituído. Porém, é importante encarar essas novas tendências como oportunidades, especialmente no mercado imobiliário. Empresas e profissionais que buscam inovar, sempre terão vantagem sobre seus competidores.

Esses foram alguns dos temas abordados por Pedro Henrique Nhimi, COO na Universal Software, em sua palestra para o B2B Imobi Conference, o maior evento sobre transformação digital no setor imobiliário da América Latina.

Assista a palestra na íntegra abaixo.

Nhimi também citou o que para ele é a primeira pergunta a ser feita antes da iniciação da transformação digital – o porque. “O primeiro passo para fazer essa transformação é perguntar “por que”. Eu não vou mudar por estar desesperado, por medo da profissão morrer. Eu vou mudar pois vai ser melhor pro meu cliente, vou ter mais escala, aumentar minha margem, trazer mais transparência e eficiência. Esse deve ser o propósito de se transformar digitalmente.”

Pedro ainda falou sobre o que para ele são os 3 tipos de imobiliárias presentes no mercado atual. “Hoje existem 3 tipos de imobiliárias. Em primeiro lugar, a digital. Temos exemplos como QuintoAndar, Lockey, Terraz. Essas são as empresas que já nasceram digitais. Por outro lado, temos as imobiliárias em transformação, ou seja, aquelas que não nasceram digitais mas estão nesse desafio de se transformar digitalmente. Alguns bons exemplos são a Brognoli, Lar, Casa Mineira. São empresas que estão muito bem nesse ritmo de adaptação e tenho certeza que vão romper essa barreira. Por fim, temos as imobiliárias analógicas, as empresas tradicionais que não entenderam a importância de digitalizar.”

Os três passos para a digitalização da imobiliária

Além disso, o diretor da Universal Software trouxe os seus três passos para a digitalização da empresa, passando por todos os processos necessários antes de realmente colocar em prática essa grande mudança.

“O que eu sempre falo é: se prepare, a primeira fase é sempre a mais difícil. Esse primeiro passo é entender a maturidade digital (entender as forças, fraquezas, oportunidades e ameaças) e perceber o quanto a liderança está engajada. Em seguida, o segundo passo é entender o processo que está com gaps e ineficiência e olhar como pode melhorar, automatizar, ser mais prático e reduzir o custo. O terceiro passo é entender qual tecnologia que irá resolver o meu problema e ser útil para o meu negócio. O que eu preciso? Você vai fazer uma balança do que vai necessitar capital.”

Por fim, Nhimi ainda resumiu o que pare ele é o conceito aplicado no mercado imobiliário, sempre ponderando a dificuldade de tal transição. “Pra mim, a transformação digital é um projeto de mudanças e de pessoas e comportamento. Temos que pensar em novas estratégias. É isso que vai fazer a nossa imobiliária prosperar. Tem uma grande diferença entre o rápido e o apressado. É um processo difícil sim, e de longo prazo, mas é possível. Não dá pra desanimar.”

Imobi Conference discute setor imobiliário

Esse bate-papo aconteceu no B2B Imobi Conference, o maior evento online sobre transformação digital no setor imobiliário da América Latina. Foram mais de 20 horas de conteúdo trazidos pelos maiores nomes da área, abordando diversos assuntos como digitalização, marketing digital, big data e muito mais.

Imobiliária digital: baixe o guia completo e definitivo

Sua imobiliária tem dificuldade em abraçar a mentalidade moderna das empresas inovadoras? Neste guia, nós condensamos os aprendizados e trazemos uma lista de ferramentas para te ajudar a transformar sua imobiliária. Basta preencher o formulário abaixo.

Preencha o formulário e tenha acesso ao guia completo!