Marketing Digital no setor jurídico, como fazer?

0
380
Marketing No Setor Juridico

O marketing digital no setor jurídico assim como a transformação digital, tornaram-se saídas efetivas para prospecção de clientes e para a melhora do relacionamento entre as partes.

As estratégias de marketing digital para o setor devem respeitar o Código de Ética e Disciplina, sendo possível seguir as doutrinas estipuladas pela categoria com planejamento e intelectualidade, de forma discreta, porém assertiva.

Patrocinado

Neste texto, vamos falar sobre a transformação digital que vem ocorrendo no setor jurídico, incluindo o marketing digital e a automatização dos processos jurídicos.

Antes de tudo, precisamos entender o que é Marketing Digital

Marketing digital trata-se da forma como você realiza o conjunto de ações para promover seu produto, neste caso do marketing digital, o canal utilizado para suas divulgações é a internet.

Antigamente, as pesquisas de mercado eram muito mais difíceis. Se você precisava de algum produto, era necessário ir até a loja para consultar seu valor e saber as informações relacionadas a ele. O vendedor fazia de tudo para que você adquirisse o produto sem ao menos pensar. 

Sem contar que, se você quisesse pesquisar preços em outras lojas para definir onde comprar, você precisava se deslocar de um lugar para outro, gastando tempo e dinheiro. 

Hoje em dia, com o marketing digital, você tem na palma da mão todas as ferramentas necessárias para comparação de preços, obtenção de informações do produto e até mesmo a finalização da compra sem precisar sair de casa.

O marketing digital é uma oportunidade de alcançar um grande público e gerar a confiabilidade do seu negócio gastando pouco e de uma forma bastante assertiva se feito corretamente.

As estratégias mais utilizadas para disseminar produtos na internet são:

  • Redes sociais, abrangendo Instagram, Facebook, WhatsApp, entre outras;
  • E-mail marketing, com envio de e-mails comerciais aos leads e clientes;
  • Marketing de conteúdo, criando conteúdos relevantes para sua persona como e-books, cursos online, blog posts e tutoriais;
  • Marketing de busca (SEM), utilizando técnicas de SEO para um bom ranqueamento de seu site ou através de links patrocinados;
  • CRO (Conversation Rate Optimization), utilizando ferramentas para aumentar taxas de visitas ao seu site e/ou de conversão de ações.

É bom lembrar que todas as estratégias de marketing utilizadas no meio digital precisam estar de acordo com a LGPD (Lei Geral de Proteção de Dados), ou seja, para receber sua ação de marketing, seu cliente precisa estar de acordo com os termos de uso e de privacidade de sua plataforma, bem como com o recebimento de seus materiais.

Com o vigor da LGPD, práticas como compra de listas de clientes se tornaram ilegais, portanto, é preciso ficar atento e seguir as diretrizes à risca.

Existem ferramentas que te auxiliam a metrificar a eficiência das suas estratégias de marketing aplicadas, que são as ferramentas de automação de marketing. Dê uma olhada nessa categoria em nosso portal B2B Stack para identificar a melhor solução para seu negócio.

A digitalização do setor jurídico

Como em todas as outras áreas, automatizar processos no setor jurídico é a forma mais eficiente de controlar todas as demandas do escritório, desde as finanças até o início e encerramento de ações.

Como resultado, você obtém análises assertivas e livres de erros operacionais pois conta com Inteligência Artificial, Big Data e BI para colher dados assertivos, além de otimizar tempo e custos, e principalmente, mantém todas as informações sempre atualizadas e podendo acessá-las de qualquer lugar, a qualquer momento.

Sem contar a organização, pois você consegue dispensar o uso de papeladas, montes de planilhas e documentos que ocupam espaços e são difíceis de ordenar.

Agora vem o ponto mais importante da automação de processos jurídicos: a segurança dos dados e das informações.

Com a transformação digital no setor jurídico, você não precisa mais se preocupar com a perda de documentos por problemas técnicos ou outros contratempos, e com vazamento de dados, pois tudo fica salvo em nuvem e aproveitando-se de toda a segurança tecnológica disponível no mercado.

Outro benefício da digitalização é a possibilidade de contar com soluções para o planejamento, execução e mensuração de estratégias de marketing digital no setor jurídico, atraindo leads e aumentando a receita do escritório ou da empresa. 

A B2B Stack realiza o maior evento jurídico da América Latina, que é 100% online, voltado aos profissionais da área jurídica empresarial que estão iniciando suas atividades e estruturação, ou que já possuem departamento jurídico instalado em sua empresa: o B2B Legal Conference.

O objetivo do evento é reunir profissionais que desejam acelerar seu conhecimento e desenvolvimento na área jurídica, através de palestras e treinamentos, com metodologias atualizadas, e contando com as melhores referências no mercado para descobrir ferramentas tecnológicas e parceiros perfeitos para seu negócio.

O setor jurídico pode fazer marketing digital?

O Provimento 94/2000 disposto pela OAB sobre publicidade, propaganda e informação da advocacia, diz que a publicidade informativa por parte do advogado e da sociedade de advogados é permitida em casos em que se leva conhecimentos relacionados aos serviços de advocacia ao público.

São permitidas as divulgações de dados como informações pessoais e curriculares, nomes de sócios e advogados presentes no escritório, endereços e informações para contato, horário de atendimento e áreas de exercício, sempre deixando seu número de registro aparente.

Quanto aos meios permitidos para divulgação digital, eles podem ser utilizados desde que realizados de forma discreta e moderada, como websites com fotos, menção a eventos e conferências relacionados à conteúdos jurídicos, anúncios na internet que não envolvam valores de serviços e dados pessoais de clientes ou empresas patrocinadas. 

Em suma, para divulgação de seu trabalho, deve-se seguir os princípios éticos da profissão.

Como fazer Marketing Digital no jurídico?

A primeira dica que iremos dar referente ao marketing digital é que os conteúdos precisam ser intelectuais, porém, sem se esquecer que muito do público que irá interagir não entende sobre a área. Portanto, você deve criar esses conteúdos com a linguagem da sua persona. 

É importante se atentar também que estes conteúdos não podem ser persuasivos, que façam a persona ver fins comerciais.

Os conteúdos jurídicos não podem emitir uma opinião própria. Eles devem explicar o que realmente está nas leis, fazendo com que sua persona entenda que você sabe o que está falando e que é referência no trabalho que se propõe.

Agora, vamos às dicas diretas sobre as postagens de conteúdos nas plataformas de divulgação:

Site e blog 

Em sites e blogs, é legal que você poste notícias atualizadas sobre o setor jurídico ou sobre alguma lei que mudou e impacta diretamente sua persona, por exemplo.

Lembre-se que é muito importante saber sobre as técnicas de SEO, desta forma, você saberá quais conteúdos estão sendo mais procurados, e como fazer com que seu conteúdo seja tão relevante que fique sempre no topo das buscas.

Criação de conteúdo

Você pode criar e-books para downloads, sendo uma boa prática para prospecção de leads, desta forma, além de divulgar seu trabalho, você colhe dados de contato do seu visitante, formando uma base de clientes.

É interessante realizar publicações de textos e artigos rotineiramente, podendo ser diárias ou semanais, mas o que você não pode, é ficar um longo tempo sem aparecer.

Social Media

Através das redes sociais, você pode gravar stories e vídeos com conteúdos educativos sobre as áreas do direito e jurídico.

Também é interessante fazer lives para sanar dúvidas, porém, sempre com o cuidado de não expor suas opiniões, mas sim, esclarecer os pontos conforme a lei.

Você pode criar enquetes, fazendo com o que o público fique engajado e interaja em suas redes sociais.

E-mail Marketing

Criar listas de e-mails para disparar seus conteúdos também é uma forma de atrair leads.

Essas listas devem ser criadas a partir dos dados de contato coletados em sua plataforma e que tiveram a autorização de seus visitantes para esta finalidade, ficando dentro da LGPD. 

Para isso, uma boa prática é colocar formulários em sua plataforma de divulgação, assim você terá certeza de que a pessoa está realmente interessada em receber seus e-mails.

Veja mais sobre marketing de conteúdo em nossa outra publicação.

Quais resultados esperar do Marketing Digital no setor jurídico?

Os resultados em médio e longo prazo para o Marketing Jurídico Digital são o aumento do número de visitas em seu site, redes sociais e outras plataformas digitais utilizadas para divulgação, e por consequência, o aumento do número de leads (potenciais clientes que se interessam por seu serviço), e o aumento do número de vendas efetivas. 

Dica de ferramentas para estruturar o setor jurídico

Os softwares jurídicos estão divididos em diversas categorias. No portal B2B Stack, você encontra ferramentas para:

  • Faturamento jurídico;
  • Compliance jurídico;
  • Calendário jurídico;
  • Notário eletrônico;
  • Propriedade intelectual;
  • Retenção legal;
  • Pesquisa jurídica;
  • Redes de profissionais jurídicos;
  • Gestão de documentos jurídicos;
  • Resolução de conflitos online;
  • Monitoramento e extração de dados públicos;
  • Analytics e jurimetria;
  • Gestão de casos jurídicos;

E também para gestão de escritórios e departamentos jurídicos, categoria que envolve os 3 softwares que veremos com mais detalhes abaixo:

Astrea

Astrea é uma ferramenta para automatizar os processos de gestão jurídica 100% online, podendo ser acessado a qualquer hora, de qualquer dispositivo com internet. 

É recomendado para advogados e escritórios de advocacia, e você consegue administrar desde a aquisição de clientes até o encerramento de casos e processos.

Astrea possui 3 planos que permitem testes grátis de todas as funcionalidades por 10 dias, com suporte online, e durante o período de teste, também disponibilizam 100 créditos gratuitos para buscas em sites de tribunais. 

Plano Light

Patrocinado

É o plano gratuito por 1 ano, tendo direito a 1 usuário e é indicado para advogados autônomos e iniciantes. Suas funcionalidades são:

  • 40 processos automáticos;
  • Controle de tarefas;
  • Agenda simplificada;
  • Gestão e atendimento de clientes;
  • Gestão e automação de documentos;
  • Sistema de alertas;
  • Integração com Google Drive;

Plano Starter

A partir de R$ 129,00/mês. Indicado para advogados autônomos e escritórios com até 3 profissionais. Possui todas as funcionalidades do plano Light e mais:

  • Gestão de publicações;
  • Gestão de timesheet;
  • Faturamento de despesas e honorários;
  • Gestão financeira e emissão de boletos;
  • Acesso especial para clientes;

Plano Pro

A partir de R$ 277,00/mês. Indicado para médios escritórios e negócios jurídicos denominados de “boutique”. Conta com todas as funcionalidades do plano Starter e ainda:

  • Gestão de equipes do escritório;
  • Controle avançado de prazos;
  • Acompanhamento de audiências;
  • Definições de responsabilidades;
  • Agenda detalhada de todo o escritório.

CP Pro

CP Pro Marketing Jurídico Digital

CP Pro é um software para gestão de escritórios de advocacia, departamentos jurídicos de empresas e procuradorias de todos os portes.

É compatível com desktops e dispositivos móveis, portanto, você tem controle de suas informações de qualquer lugar, a qualquer momento.

Alguns módulos e funcionalidades presentes no CP Pro são:

  • Agenda:

Contatos;

Compromissos; 

Recados;

E-mails;

  • Processos:

Andamento e publicações;

Compromissos;

Valores do processo;

Movimentos financeiros;

  • Marcas e patentes:

Registro de marcas, desenhos industriais;

Concessão de patentes;

  • Contratos:

Gestão de contratos de trabalho, estágio, locação, honorários;

  • Serviços:

Controle de solicitações

Patrocinado

Pareceres e consultas;

Análise de contratos;

Procurações;

  • Relatórios:

Extração de todos os dados inseridos no software, podendo contar com gráficos, textos e planilhas;

  • Time Sheet:

Análises de produtividade de equipes e individuais;

Controle de tempo gasto em cada tarefa, audiências, reuniões, etc;

  • Financeiro:

Levantamento de despesas;

Gestão de movimentações financeiras;

DRE;

  • Auditoria:
Patrocinado

Controle de acesso aos módulos, submódulos e seções;

Criação de grupos de usuários;

Auditoria de utilizações;

  • Armazenamento:

Estruturação de armazenamento de pastas e documentos;

GED (Gerenciamento Eletrônico de documentos):

Anexo de documentos digitalizados, DOCs, planilhas, áudios, vídeos, entre outros;

  • BI:

Análise de dados;

Cruzamento de dados;

Filtro de dados;

Os valores dos módulos precisam ser consultados por contato com a plataforma.

Projuris

ProJuris Marketing Jurídico Digital

Projuris é um software para gestão jurídica automatizada, com soluções para empresas, escritórios, governo e universidades.

Conta com inteligência artificial para executar tarefas mecânicas como cadastros, classificar peças e citações, gerar procurações, calcular prazos e datas, entre outras.

Por ser montado em módulos de acordo com suas necessidades, os valores do Projuris precisam ser consultados diretamente com os especialistas da plataforma.

As funcionalidades presentes nos módulos são:

  • Gestão de alvarás, certidões e licenças;
  • Assinaturas;
  • Biblioteca jurídica;
  • Calculadora de prazos processuais;
  • Gestão de contratos;
  • Gestão de depósitos judiciais;
  • Distribuição;
  • Gestão de escritórios terceirizados;
  • Imobiliário;
  • Indicadores jurídicos;
  • Marcas e patentes;
  • NIP/ANS;
  • Publicações;
  • Processos;
  • Procon;
  • Procurações;
  • Requisições (SLA);
  • Societário;
  • Veículos;

O Projuris conta também com integrações a outros sistemas que você já utiliza, para que as informações que você já possui não sejam perdidas.

Conclusão 

A transformação digital está marcando a quarta revolução industrial, e o setor jurídico não pode ficar de fora dela.

A automatização de processos jurídicos dá maior agilidade ao setor, aumentando a produtividade por consequência, auxilia na organização do escritório ou da empresa que possui este departamento e reduz custos desnecessários.

O marketing jurídico digital é uma forma de atrair leads e aumentar a receita, sem passar por cima dos seus códigos de ética, e é muito importante se adequar a esta nova forma de divulgação.

Veja também a palestra que fez parte do B2B Legal Conference 2020 sobre o mercado jurídico e a adoção de tecnologias. Vale muito a pena conferir!