ERP: O que é e dicas de sistemas ERP para 2022

Publicado em 17 de dezembro de 2021

Quer conhecer e saber como funcionam os sistemas ERP para micro, pequenas, médias e grandes empresas? Nós, da B2B Stack, vamos te contar tudo sobre essas incríveis ferramentas que melhoram todos os seus processos internos!

A transformação digital está acontecendo de forma acelerada em todos os setores da economia.

Conforme dados divulgados, o mercado de softwares de gestão (ERP) cresceu mais de 25% no ano de 2020, impulsionado pela pandemia de COVID-19.

Seja no varejo, indústria, e-commerce, SaaS, agronegócio, ou em qualquer outro segmento ou tipo de negócio, ter processos padronizados, sincronizados e automatizados é essencial para eliminar desperdícios, falhas operacionais, e por consequência, ganhar vantagem competitiva no mercado.

Os sistemas ERP, portanto, são a base que qualquer empresa precisa ter para apoiar suas tomadas de decisão.

Isso porque esses softwares são capazes de reunir e organizar uma gama de dados relevantes. Além disso, utilizam inteligência artificial para fornecer tecnologia de ponta.

Saiba, então, neste conteúdo, o que é ERP, como esses softwares funcionam, e conheça diferentes soluções para implementar no seu negócio!

Quer ir para algum tópico específico? É só clicar aqui em baixo 👇

O que é ERP?

Imagem exemplificando como funciona um painel de um ERP. A imagem possui um menu vertical ao lado esquerdo e ao centro vários gráficos mostrando um pseudo-desempenho

ERP (Enterprise Resource Planning), ou em português, Planejamento de Recursos Empresariais, trata-se de um tipo de software que fornece processos de gestão integrados e automatizados.

Isso significa que esse tipo de ferramenta pode centralizar, conectar e sincronizar o gerenciamento de diversos departamentos de uma empresa, das suas filiais, assim como serve para integrar processos dos negócios que possuem atividades em lojas virtuais e físicas.

Os sistemas ERP são soluções inovadoras para automatizar fluxos de trabalho empresariais. Além disso, são flexíveis para que você consiga adaptá-los às suas próprias demandas.

Por isso, qualquer empresa, independente do seu porte ou segmento, consegue implementar um ERP sob medida para suas necessidades.

Como funciona um ERP?

Os sistemas ERP têm como diferencial a possibilidade de serem adquiridos em módulos. Isto é, você paga apenas pelo que realmente precisar em seu negócio.

Geralmente, os módulos são divididos por departamento. Portanto, oferecem separadamente ferramentas para:

  • Financeiro
  • Jurídico
  • Contábil
  • Fiscal
  • Vendas
  • CRM
  • Recursos Humanos
  • Estoque
  • Logística
  • Compras

Ainda há os ERPs que oferecem outros módulos específicos para determinadas demandas, como é o caso dos ERPs para indústria, por exemplo, que possuem ferramentas de manufatura para gestão do chão de fábrica e da linha de produção.

Acompanhe um exemplo prático do funcionamento dos sistemas ERP, levando em consideração uma empresa que possui todos os módulos contratados:

Primeiro, um vendedor que está em negociação com um cliente consegue fechar essa venda e faz o lançamento dela no módulo de vendas do ERP.

Depois, o produto vendido é baixado no estoque automaticamente, e a nota fiscal é emitida e enviada aos módulos financeiro e contábil.

Assim, é possível calcular impostos e tributos, bem como controlar o fluxo de caixa da empresa a cada venda realizada.

Ao mesmo tempo, o módulo de logística organiza de forma assertiva a entrega do produto.

Enquanto isso, o setor de compras consegue identificar se há necessidade de reposição do que foi vendido.

Por fim, o módulo de recursos humanos vai gerenciar a comissão do vendedor, assim como avaliar sua performance na empresa.

Tudo isso acontece como um efeito cascata, a partir de um gatilho, que neste caso foi a venda. Porém, é possível criar diversos tipos de automação com os sistemas ERP para desencadear uma série de fluxos automáticos.

Quais são os benefícios dos sistemas ERP?

Os benefícios dos sistemas ERP são inúmeros. Ao começar pela economia de dinheiro e o aumento da produtividade que eles são capazes de fomentar.

Isso porque os processos empresariais integrados fornecem uma visão panorâmica sobre todos os aspectos da empresa.

Os fluxos automáticos também são essenciais para que você elimine de vez as falhas operacionais causadas pelos processos manuais e repetitivos.

Dessa forma, é possível saber exatamente onde e quando investir no seu negócio, o que evita gastos desnecessários e desperdício de tempo com a gestão ineficaz dos recursos da empresa.

Além disso, os sistemas ERP garantem a segurança das informações do seu negócio e permitem que você as tenha a qualquer hora e lugar, uma vez que armazenam todos os dados em nuvem seguindo protocolos rígidos de proteção.

Dica B2B Stack: Dicas de sistemas ERP para 2022

Se você ainda não conhece o B2B Stack, maior portal de busca e avaliação de softwares da América Latina, saiba que reunimos e categorizamos mais de 23 mil softwares corporativos para ajudar você a escolher entre as melhores ferramentas do mercado.

No nosso portal, além do imenso catálogo repleto de soluções inovadoras, você pode visualizar avaliações de usuários reais e solicitar o contato dos desenvolvedores dessas ferramentas para saber mais sobre elas antes de fazer sua contratação.

Vamos mostrar agora um comparativo destes softwares com suas particularidades. Assim, você pode conhecê-los melhor e saber tudo o que podem te oferecer. Acompanhe!

Sistemas ERP para micro e pequenas empresas

Para este comparativo entre softwares ERP para micro e pequenas empresas, vamos analisar três das soluções mais bem avaliadas no portal B2B Stack:

Keruak, Conta Azul e Omie.

Para iniciar a comparação, vamos falar sobre os recursos comuns das três plataformas.

Primeiro, o Keruak, o Conta Azul e o Omie são ERPs online, portanto, são utilizados na nuvem e você pode acessá-los a qualquer momento.

Os três ERPs oferecem muitos recursos em comum:

  • Armazenamento de dados em nuvem;
  • Emissão de notas fiscais eletrônicas;
  • Relatórios gerenciais personalizados;
  • Integrações nativas e via API;
  • Gestão de vendas, bem como do estoque e de compras;
  • Gestão de contas a pagar e receber, além do fluxo de caixa;
  • Conciliação bancária;
  • Emissão de boletos;
  • Cadastro de clientes e fornecedores;
  • Gestão de orçamentos e propostas;
  • Emissão de propostas comerciais;
  • Implementação gratuita;
  • Atendem a todos os segmentos de negócios.

Diferenciais do Keruak, do Conta Azul e do Omie

Como diferenciais do Keruak, por exemplo, podemos citar:

  • Envio de e-mails de cobranças personalizados;
  • Emissões ilimitadas de notas fiscais eletrônicas e boletos em todos os planos;
  • Até 20 usuários simultâneos;
  • Gestão de contratos de serviços;
  • Testes grátis por 15 dias.

Já o Conta Azul se diferencia porque não oferece testes gratuitos, mas é possível agendar uma demonstração do sistema para entender como funciona.

Além disso, o Conta Azul pode limitar a quantidade de notas fiscais dependendo do plano.

A emissão de boletos também só é ilimitada quando gerados pela Conta Azul. Em contrapartida, se gerados pelo seu banco há limitações de quantidade.

Outro diferencial do Conta Azul é que o ERP se integra ao seu contador, o que garante assertividade nos cálculos fiscais e tributários.

Sobre o Omie, seus diferenciais abrangem um módulo CRM para criação do seu funil de vendas e gestão integrada com as vendas, também faz integração com o contador, permite a utilização do ERP por usuários ilimitados e oferece testes gratuitos por 7 dias.

Os planos do Omie, ainda, são cobrados conforme seu enquadramento fiscal e faturamento.

Quanto aos preços, você pode adquirir o Keruak a partir de R$ 29,99, o Omie a partir de R$ 55,00 e o Conta Azul, a partir de R$ 99,90.

•Leia também: Os melhores ERPS para micro e pequenas empresas

Sistemas ERP para médias e grandes empresas

Para este comparativo de sistemas ERP para médias e grandes empresas, vamos citar: o Oracle Netsuite ERP, o SAP ERP e o Totvs ERP.

Primeiramente, abordaremos sobre os segmentos atendidos pelas três plataformas.

O Oracle Netsuite ERP é um sistema de gestão desenvolvido para empresas de rápido crescimento, de todos os portes e segmentos variados, como startups, por exemplo. Também serve para empresas globais, com cultura moderna.

Por outro lado, o SAP ERP oferece recursos sob medida para empresas de todos os portes, assim como dos mais variados segmentos.

Entre eles estão o setor de energia e recursos naturais, indústrias de produção, serviços financeiros, empresas de serviços, setores de bens de consumo e de serviços públicos.

Para empresas em constante crescimento, o SAP ainda disponibiliza duas outras soluções: SAP Business One e SAP Business ByDesign.

Da mesma forma, o Totvs ERP é um sistema de gestão que acompanha o crescimento dos negócios. Então, atende aos segmentos:

  • Agro
  • Logística
  • Educacional
  • Hospitalidade
  • Manufatura
  • Distribuição
  • Construção
  • Financial Services
  • Saúde
  • Varejo
  • Jurídico
  • Prestadores de serviços

Funcionalidades

As funcionalidades comuns entre o Oracle Netsuite ERP, o SAP ERP e o Totvs ERP abrangem:

Já os diferenciais são vários, uma vez que os recursos das plataformas são sob medida. Especialmente a Totvs, que por atender a diferentes segmentos, possui módulos específicos para cada nicho.

O SAP ERP, por exemplo, oferece como diferencial um módulo de P & D e engenharia, para gerenciar projetos, e outro módulo de gestão de serviços, para as empresas de serviços que querem oferecer experiências personalizadas.

Enquanto isso, entre os módulos diferenciados da Totvs estão o fiscal e o contábil, além da possibilidade de agregar diversos plugins ao ERP.

Já o Netsuite ERP oferece um módulo de planejamento financeiro que fornece previsibilidade de receita para que você possa planejar seu orçamento.

Os três softwares, Oracle Netsuite ERP, SAP ERP e Totvs ERP, podem ser adquiridos em partes, de acordo com as necessidades. Por isso, os valores estão sob consulta.

• Leia mais: ERP para médias e grandes empresas, saiba quais as melhores opções

Sistemas ERP para e-commerce

Os sistemas ERP para e-commerce que vamos usar neste comparativo são o Tiny ERP, o ERP Cigam e o Bling! ERP.

Vamos, então, começar pelas semelhanças entre as três plataformas. A principal delas é que você pode usar os três sistemas ERP tanto em uma loja física quanto integrados ao seu e-commerce.

Portanto, todos são ideais para quem vende presencial e virtualmente.

Da mesma forma, outros recursos comuns dessas plataformas são a gestão dos pedidos do e-commerce, desde o seu recebimento, até o preparo do envio e expedição.

Isso significa que é possível emitir as notas fiscais, etiquetas e gerenciar o estoque e as vendas em multicanais.

Além disso, é possível não só integrar estes ERPs no e-commerce como também nos principais marketplaces. Assim, é possível centralizar todos os pedidos em um único ambiente e gerenciar todo o faturamento e finanças de forma unificada.

Tanto o Tiny ERP quanto o ERP Cigam e o Bling! ERP permitem a gestão dos seus produtos. Logo, você consegue criar catálogos completos, com preços, imagens e características de cada um.

O Hub E-commerce da CIGAM é um módulo que funciona de forma integrada aos demais módulos do ERP 4.0 CIGAM, da mesma forma que você pode adquirir o Tiny ERP e o Bling! ERP em partes.

Em contrapartida, o diferencial do Bling! ERP para e-commerce é o módulo fiscal que oferece. Enquanto isso, o diferencial do Tiny ERP é seu módulo de gestão de compras.

Por fim, você pode adquirir o Tiny ERP a partir de R$ 50/mês, o Bling! ERP a partir de R$ 25/mês e o ERP 4.0 CIGAM possui preço sob consulta.

• Confira também: Os melhores ERPs para e-commerce do Brasil

Outros sistemas ERP

Como você pôde ver, os softwares ERP abrangem inúmeras funcionalidades e podem ser adquiridos conforme as suas necessidades.

Para não deixar ninguém de lado, no B2B Stack você pode conferir outras categorias de ERPs e usar nosso comparador para identificar as melhores oportunidades de sistemas para o seu negócio.

Não deixe de dar uma olhada nas categorias de ERPs para:

E muitos outros!

• Leia também o conteúdo: Os melhores ERPs gratuitos disponíveis no mercado

Conclusão

Os sistemas ERP são ferramentas indispensáveis nos dias atuais, e uma empresa que ainda não os utiliza está ficando para trás.

Com a chegada da pandemia, muitos empreendedores entenderam a necessidade e os benefícios da tecnologia para preverem resultados e assim, se adequarem às mais severas mudanças impostas pelo mercado.

Por isso, trouxemos neste conteúdo as particularidades dos sistemas ERP voltados para micro, pequenas, médias e grandes empresas, assim como para segmentos específicos, como para e-commerces, indústrias e agências.

Esses softwares são capazes de integrar e sincronizar processos e fornecer mais eficiência e controle sobre todos os processos de gestão de um negócio.

E aí? O que achou dos sistemas ERP que apresentamos? Agora, você já pode navegar pela categoria completa de ERP e gestão financeira no portal B2B Stack, comparar soluções e escolher a mais promissora para o seu negócio!!!

Publicado por Marcia Lira

Bióloga, apaixonada pela natureza e recém inserida no mundo da tecnologia, acredito no poder gigantesco das ferramentas tecnológicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente. Nada precisa ser massante e árduo para funcionar, mas sim, inteligente, inovador e prático.


Artigos relacionados