Google Meet: o que é, como funciona e como usar

Publicado em 30 de novembro de 2021

Em tempos de home office, trabalho remoto e contatos à distância, é fundamental conhecer de ponta a ponta ferramentas como o Google Meet.

Essas soluções tendem a deixar o dia a dia de profissionais de diversas áreas mais produtivo, uma vez que facilitam a comunicação entre equipes e clientes onde quer que estejam.

Mas, o que levar em consideração na hora de escolher a melhor ferramenta de videoconferência?

São muitos os fatores que precisam ser analisados: quantidade de participantes permitidos em uma reunião online, preços, recursos de engajamento e moderação, entre muitos outros.

Já fizemos aqui alguns conteúdos sobre soluções que oferecem funcionalidades para realizar reuniões online, chamadas de voz e videochamadas, como Microsoft Teams, Skype, Zoom e Telegram.

Também temos um conteúdo completo com as 7 melhores ferramentas para fazer videoconferências.

O ideal é que seja feito um comparativo entre elas, assim, você consegue entender qual opção se encaixa perfeitamente no perfil do seu negócio.

Acompanhe a partir de agora o que o Google Meet tem de diferente em relação às outras ferramentas para escolher a mais adequada.

Quer ir para algum tópico específico? É só clicar aqui em baixo 👇

O que é o Google Meet?

Logo do Google Meet. Acima há um desenho de uma câmera nas cores azul, vermelho, amarelo e verde e abaixo o nome da solução em core cinza

Google Meet é o aplicativo gratuito do Google para fazer videoconferências online e de nível corporativo.

Indicado para qualquer pessoa física ou empreendedor que precise fazer uma reunião à distância, incluindo profissionais da saúde, organizações sem fins lucrativos e educadores, o Google Meet substituiu o Google Hangouts em abril de 2020 para disponibilizar recursos mais avançados nessas reuniões.

Entre eles, está a possibilidade de utilizá-lo de forma integrada com os outros aplicativos do Google, como o Google Drive, Google Agenda, Google Jamboard e o Google Slides.

Isso permite que seus usuários consigam sincronizar as agendas de reuniões, fazer apresentações e colaborar em brainstormings em tempo real no quadro em branco do Google, além de armazenar arquivos e gravações geradas nas videoconferências em pastas compartilhadas, por exemplo.

Como funciona o Google Meet?

Imagem com diversos dispositivos com o Google Meet funciona. As telas mostrar diversas pessoas conversando a sorrindo

Qualquer pessoa, empresa ou escola que possui uma conta pessoal do Google, do Workspace ou Workspace for Education pode criar reuniões online no Google Meet.

O Meet pode ser utilizado de qualquer dispositivo fazendo o download do APP para iOS ou Android, ou de qualquer navegador com acesso à internet, o que favorece os encontros à distância a qualquer momento e lugar.

Quem for convidado a participar dessas videoconferências não precisa ter uma conta Google para entrar, basta colar o link que recebeu do organizador do evento na própria plataforma do Meet para entrar na sala de reunião, exceto se o convite for feito de uma conta pessoal.

Imagem com informações sobre videochamadas Premium e abaixo um botão azul para abrir uma nova reunião

Você consegue fazer videoconferências gratuitas e ilimitadas pelo Meet do Google, desde que tenham até 100 participantes e limite de até 60 minutos por reunião caso seja realizada com mais de 3 convidados.

Já as reuniões em dupla podem durar até 24 horas.

Os planos pagos do Google Meet, seja o Workspace Individual ou Workspace Enterprise, que custam a partir de US$ 7,99/mês até janeiro de 2022, abrangem reuniões de até 24 horas independente da quantidade de participantes, e no caso do segundo, consegue suportar videoconferências com até 250 pessoas.

No plano empresarial também é possível realizar reuniões online mesmo com pessoas de fora da organização, o que facilita contato com clientes, fornecedores e parceiros de negócios, por exemplo.

Na assinatura do plano Google Workspace Enterprise também é possível fazer transmissões ao vivo para até 100 mil espectadores e obter armazenamento no Google Drive ilimitado para ter espaço o suficiente para gravar as reuniões.

Quem cria uma reunião no Meet é chamado de organizador, que vai possuir uma série de recursos de moderação da sala para garantir a segurança das videoconferências.

Recursos do Google Meet

Os recursos de colaboração e produtividade do Google Meet podem ser limitados conforme o plano assinado, portanto, há funcionalidades pagas e outras gratuitas.

Os recursos comuns entre o plano gratuito e os planos pagos são:

  • Legendas ao vivo em vários idiomas;
  • Chat de mensagens de texto;
  • Participação de convidados externos;
  • Compartilhamento de tela;
  • Compartilhamento de apresentações;
  • Layouts ajustáveis para visualizar todos os participantes;
  • Recursos antiabuso de segurança e privacidade;
  • Criptografia em trânsito e em repouso;
  • Verificação em duas etapas.

E os recursos que só podem ser usados a partir de planos pagos são:

  • Levantadas de mão;
  • Criação de salas temáticas para dividir os participantes em grupos menores;
  • Gravação das reuniões e armazenamento delas no Google Drive;
  • Armazenamento ilimitado no plano Workspace Enterprise;
  • Cancelamento de ruído inteligente;
  • Aplicação de enquetes nas salas de reunião;
  • Recurso de perguntas e respostas;
  • Relatórios de participação;
  • Suporte via fóruns da comunidade e também on-line disponível 24 horas.

Dica B2B Stack: Como usar o Google Meet

Agora que você já sabe o que é e como funciona a solução, vamos dar algumas dicas de uso para que você veja suas funcionalidades na prática.

A partir daqui você vai entender como criar e participar de uma reunião online, como gravar e compartilhar tela nas reuniões, como colocar fundo e apresentar slides no Meet.

Acompanhe!

Como criar reunião no Google Meet

Para criar uma reunião no Meet, abra o site da ferramenta no seu navegador com o login da sua conta do Google.

Se você não estiver logado na conta, será direcionado automaticamente para a página de login ao tentar iniciar a videoconferência.

Clique em "Nova reunião" para seguir para o próximo passo;

Imagem da página inicial do Google Meet com um desenho de duas pessoas conversando a direita e informações sobre videochamadas a esquerda

Escolha se quer iniciar a reunião na hora, se deseja criar apenas o link para uma reunião que será iniciada depois, ou se quer programar uma videoconferência no Google Agenda;

Menu com três opções para iniciação de reuniões

Se você clicar na opção "Criar uma reunião para depois", o Meet vai abrir uma janela de pop up como a demonstrada na "Área 1" da imagem abaixo.

Nessa janela, haverá o link da sua reunião, que pode ser copiado para ser compartilhado ou acessado futuramente.

Se você optar por "Programar no Google Agenda", outra janela será aberta com o Google Calendar, como demonstrado na "Área 2" da imagem abaixo.

No Google Agenda você consegue criar um título para a reunião online, a data, o horário inicial e final da videoconferência, inserir uma descrição para o evento, definir se será público ou privado e as permissões dos convidados.

Você também pode personalizar a frequência com que essa reunião ocorrerá ou se o evento não irá se repetir;

Montagem com duas imagens com formulário para preenchimento de dados de uma reunião no Google Meet

Mas, se você clicar em "Iniciar uma reunião instantânea", a sala de reunião online será aberta e você pode fazer as devidas configurações antes de começar a convidar os participantes por e-mail ou pelo link compartilhável;

Imagem de um sala aberta no Meet com um ícone ao centro que representa a pessoa que está na sala, botões abaixo com opções de abrir e fechar tanto áudio quanto vídeo, O fundo da tela é na cor preta

No canto inferior direito da tela, você ainda terá os seguintes atalhos:

  1. Detalhes da reunião, como o link compartilhável e os anexos do Google Agenda;
  2. Botão para visualizar todos os participantes da reunião, bem como para convidar pessoas;
  3. Chat online da videoconferência;
  4. Acesso ao Google Jamboard, enquetes, gravação da reunião e criação de salas temáticas para dividir a reunião em grupos;
  5. Acesso aos controles de organizador.

Imagem com 5 opções representadas por ícones na cor branca

Como configurar a sala de reunião do Google Meet

Depois de fazer o passo a passo anterior para criar a videoconferência no Google Meet, você pode começar a configurar permissões e detalhes da reunião.

Para isso, acesse a área de configurações pelo botão representado com os três pontos ou pelo atalho no canto inferior direito;

Imagem do menu que é aberto no Google Meet mostrando opções com destaque as opção configurações

Veja na imagem abaixo quais configurações estão disponíveis na reunião instantânea. Elas envolvem:

  • Teste dos auto-falantes e configurações do microfone;
  • Ajustes de iluminação e resolução do vídeo e da câmera;
  • Permissões para os participantes compartilharem suas telas, enviarem mensagens no chat e ativarem seus microfones e vídeos.

Montagem com três telas mostrando todas as opções de configuração do Google Meet.

Como gravar aula e reunião no Google Meet

Para gravar as reuniões ou aulas no Meet do Google é necessário ter um dos planos do conjunto Workspace, pois este é um recurso premium.

Para começar as gravações você pode utilizar o botão marcado na imagem abaixo, com os símbolos de triângulo, quadrado e círculo, e clicar em "gravação".

O conteúdo gravado ficará salvo no Drive do organizador da reunião.

Imagem do menu na opção atividades com destaque a opção de gravação de reunião

Como compartilhar tela no Google Meet

O compartilhamento de tela no Google Meet também pode ser realizado com a sala de reunião online aberta.

Neste caso, clique no ícone com a seta na parte inferior da tela e selecione que deseja apresentar "A tela inteira".

Um pop up será aberto para que você clique na tela que deseja apresentar para todos os participantes. Ao selecioná-la, clique em "Compartilhar".

Imagem com duas telas do Meet mostrando como o usuário compartilha sua tela em uma reunião. A imagem da esquerda mostra a opção que o usuário precisa clicar e na da direita mostra um quadro onde a tela aparece e dois botões abaixo, um branco escrito 'cancelar' e um azul escrito 'compartilhar'

Então, toda a sua área de trabalho será compartilhada com os participantes e eles verão tudo o que você estiver vendo e fazendo na sua tela.

Como colocar fundo no Google Meet

Para colocar fundo no Google Meet, na sala de reunião em que você estiver clique no ícone dos três pontos e depois em "Aplicar efeitos visuais";

Imagem do menu com a opção 'aplicar efeitos visuais' em destaque

Você conseguirá, então, escolher entre um dos planos de fundo disponibilizados pelo próprio Google Meet, ou fazer o upload de uma imagem do seu dispositivo para utilizar.

Imagem com uma tela preta acima e abaixo opções para inserção de efeitos como plano de fundo na imagem

Como apresentar slides no Google Meet

A apresentação de slides no Google Meet pode ser feita de forma bem simplificada. Para começar, abra o documento da apresentação que você quer compartilhar.

Com o documento aberto e a sala de reunião do Meet ativa, você terá dois caminhos:

Primeiro: se a sua apresentação estiver em um documento no seu próprio dispositivo, você irá selecionar a opção de "Apresentar uma janela".

Segundo: se a apresentação estiver em uma guia do seu navegador, selecione "Apresentar uma guia";

Imagem com o menu Apresentar destacado com foco em duas opões 'uma janela' e 'uma guia'

Selecione a janela ou a guia que deseja apresentar para os participantes da reunião e clique em "Compartilhar";

Imagem mostrando as opções de compartilhamento de guias no Meet com foco no botão 'compartilhar' localizado no canto inferior direito

A tela do seu slide já começará a aparecer para os participantes;

Imagem de uma conversa onde um usuário compartilha sua tela em forma de apresentação

Então, é só iniciar sua apresentação em tela inteira no próprio documento.

A qualquer momento você pode parar a apresentação clicando em "Interromper compartilhamento".

Imagem de uma conversa onde um usuário compartilha sua tela em forma de apresentação

O Google Meet é bom? O que os usuários dizem

No B2B Stack, maior portal de busca e avaliação de softwares da América Latina, reunimos mais de 23 mil softwares e mais de 9 mil avaliações de usuários reais para te ajudar a encontrar a melhor ferramenta para o seu negócio.

As avaliações do Google Meet na B2B Stack o fizeram ter uma média de 4.8 de 5 estrelas, sendo sua maior nota na facilidade de uso, seguida de custo/benefício, funcionalidades e suporte ao cliente.

Imagem mostrando as notas que o Google Meet tem no Portal B2B Stack.

No nosso portal, os usuários do Google Meet relataram o que mais gostam, o que menos gostam e os problemas que resolveram utilizando a ferramenta.

Entre os pontos positivos, os usuários destacam a possibilidade de utilizá-lo para se encontrarem com amigos, colegas de trabalho e da faculdade e com familiares à distância sem a necessidade de baixar nenhum software, sendo uma ferramenta intuitiva e fácil de usar.

Os usuários também disseram que neste período de pandemia de COVID-19 e adoção do home office pelas empresas, o Google Meet foi de grande auxílio para realizar reuniões corporativas sem limitação de tempo de uso.

Já como pontos a melhorar, os usuários do Google Meet disseram que ele pode sofrer algumas instabilidades durante as reuniões online, e alguns informaram que sentem falta de mais funções, como chat privado na videoconferência e adicionar um destaque melhor na pessoa que está falando.

Você pode conferir todas as avaliações do Google Meet aqui!

Conclusão

As ferramentas de videoconferência sofreram um salto de utilização entre 2020 e 2021, e muitas pessoas viram suas vantagens pela economia de tempo e custos com mobilidade.

Para as empresas principalmente, pois independente do seu ramo de atividade ou porte, graças a essas soluções foi possível continuar mantendo contato com colaboradores, fornecedores, clientes e parceiros mesmo com a necessidade do distanciamento social.

Conforme dados da Statista, foram realizados cerca de 200 milhões de downloads dos aplicativos Zoom, Microsoft Teams e Google Meet somente no segundo trimestre de 2021, sendo que em junho, o Google Meet foi o APP mais popular do Google para Android, gerando aproximadamente 16 milhões de downloads mundiais.

Além das videoconferências gratuitas para até 100 participantes e conversas pelo chat durante as reuniões, o Google Meet possui planos pagos para pessoas físicas, empresas, instituições sem fins lucrativos e escolas com ainda mais recursos, como:

Gravação das reuniões online, transmissões ao vivo, interação dos participantes pelo Google Jamboard e enquetes em tempo real, trazendo mais engajamento para as equipes.

Se você gostou de saber mais sobre o Google Meet também precisa navegar pelo portal B2B Stack para conhecer milhares de softwares para otimizar as vendas e todos os seus processos empresariais! Não deixe de conferir!

Publicado por Marcia Lira

Bióloga, apaixonada pela natureza e recém inserida no mundo da tecnologia, acredito no poder gigantesco das ferramentas tecnológicas para melhorar a qualidade de vida das pessoas e do meio ambiente. Nada precisa ser massante e árduo para funcionar, mas sim, inteligente, inovador e prático.


Artigos relacionados