O que é SaaS: entenda tudo sobre o modelo

0
229
saas

A mais nova tendência do mercado é o modelo SaaS, mas ele ainda gera muitas dúvidas nos consumidores. É por isso que preparamos um guia completo para você entender como funciona esse modelo de negócios.

Afinal, o que é SaaS?

SaaS é um sigla das palavras em inglês Software as a Service, que em português podemos traduzir como software como um serviço.

Em resumo, as plataformas SaaS, são softwares em nuvem que são usados em múltiplos devices, de maneira simplificada e totalmente remota.

Seu grande diferencial, é estar na nuvem e não necessitar de instalação, servidor e outros fatores. Ele funciona 100% com uma conexão com a Internet.

A relação de compra também muda, com as plataformas SaaS, o cliente passar a ter acesso ou seja direito de usufruir o serviço, diferente dos produtos que antes eram comprados.

Dessa maneira, toda a responsabilidade de manutenção e de gerenciamento do software é responsabilidade do fornecedor, e não faz parte da responsabilidade do cliente algumas obrigações como: servidor, host e etc.

O modelo SaaS oferece uma estrutura mais segura e tecnológico para o cliente final.

Os softwares as a service também tem outras nomenclaturas, como softwares baseados na web, softwares em nuvem, softwares sob demandas e softwares hospedados.

Agora que sabemos o que é SaaS, vamos conhecer alguns exemplos?

Eles estão presentes em todos aspectos da nossa vida, seja profissional, seja pessoal.

A maioria das tecnologias que usamos hoje para nos comunicar, comprar ou até mesmo trabalhar, é um SaaS.

Alguns nomes já são bem conhecidos, mas meu objetivo aqui é te explicar porque eles são plataformas SaaS.

Gupy: software de recrutamento e seleção. A Gupy centraliza todo processo de abertura de vagas e processo seletivo. Um serviço que integra Inteligência Artificial para garantir uma maior assertividade na escolha dos candidatos.

A Gupy é um sistema 100% online que substitui uma consultoria de recrutamento ou serviços da área. Ou seja, um SaaS focado em recrutamento e seleção.

Meetime: plataforma que organiza o processo comercial. A Meetime oferece uma série de recursos em sua plataforma para otimizar e automatizar o fluxo comercial e potencializar resultados dos vendedores.

Toda a estrutura da Meetime é online, e ela integra uma série de serviços para o usuário otimizar sua rotina comercial. Um software 100% online focado em times de venda.

Rock Content: plataforma de Marketing de Conteúdo. A Rock Content centraliza a gestão e a produção de conteúdo em uma única plataforma.

A Rock Studio CMP (Content Marketing Platform) centraliza todo o fluxo de produção de conteúdo, da criação da pauta à redação do conteúdo. Substituindo planilhas e até mesmo terceirizados.

Mais um exemplo de um serviço 100% online, que é de fácil adesão, prático e focado em uma dor do cliente.

Esses são três exemplos onde conseguimos entender com clareza o  que é SaaS, esse modelo de negócios que vem crescendo cada vez mais no Brasil

Prós e contas de usar plataformas SaaS.

Agora que você entende o modelo SaaS, quero te explicar quais são os benefícios do uso destas plataformas.

Muito além da tecnologia, elas tem vários outros pontos positivos, mas, quero trazer um bônus também, os pontos negativos.

Pontos positivos:

  • Facilidade
    Diferente de sistemas complexos e que não são hospedados em nuvem, a maioria das plataformas SaaS, tem um modelo self-service, ou seja, você mesmo consegue iniciar o uso.
    Basta fazer uma conta, passar por um processo chamado de onboarding e pronto! Em poucos minutos ou horas você vai estar pronto para começar usar.
    É claro que algumas plataformas SaaS tem um grau de complexidade maior, e quando isso acontece, as empresas geralmente tem um time de Sucesso do Cliente para te ajudar.
     
  • Crescimento exponencial
    Esse modelo de plataforma é um dos mais inovadoras e disruptivos do mercado.
    A possibilidade de criar funcionalidades que são disponibilizadas para todos clientes, aumenta (e muito!) o número de novidades e inovações inseridas no produto.
    Todas as plataformas SaaS apresentam um roadmap robusto e melhorias previstas.
    Se você investir em uma plataforma sem ser SaaS, corre o risco de ficar muito tempo sem atualizações. 
  • Custo
    O modelo SaaS é totalmente replicável e exponencial, o que isso significa? Um custo muito menor, já que ele não exige que cada instalação tenha uma estrutura única muitas personalizações.
    As plataformas SaaS tem modelos de precificação muito mais em conta que as outras, então, vale a pena conferir! 
  • Acessibilidade
    Você já passou por um problema e precisou correr até a empresa em um domingo para acessar o sistema de gestão? Então, isso não acontece no modelo SaaS.
    Basta uma conexão para você acessar de qualquer local os dados, funcionalidades, relatórios e etc.
    As plataformas que não estão em nuvem não oferecem essa facilidade, pois tem uma estrutura única e muitas das vezes, físicas. 
  • Opções de upsell
    Up-sell é uma compra adicional, ou seja, investir em mais funcionalidades, mais espaço de armazenamento e etc.
    As plataformas SaaS geralmente oferecem uma variedade de planos muito maior.
    Esse modelo de venda facilita para que o comprador adquira o que ele precisa no momento. Ou seja, você não precisa desenvolver todas funcionalidades antes de entender se você precisa ou não delas.
  • Integrações
    A maioria das plataformas SaaS oferecem API’s (Interfaces de Programação de Aplicativo) que facilitam a integração dela com outras ferramentas.
    Você se lembra da última vez que logou em uma plataforma usando o seu Gmail? Pois bem, isso é uma API.
    Isso é apenas um exemplo do que essas integrações podem te oferecer. Com elas, vocês pode inputar dados no seu CRM e acompanhar eles no seu sistema de PDV (ponto de venda).
    As integrações podem agilizar e muito o seu trabalho, pois faz com que todos seus sistemas estejam integrados. 
  • Suporte
    O fato dos sistemas SaaS funcionarem em nuvem, faz com que toda a relação de suporte e urgência seja muito mais ágil.
    Como não há a necessidade de um técnico ir até o local, basta uma conexão com a internet para que problemas dos mais simples aos mais complexos sejam resolvidos. 
  • Segurança
    As plataformas SaaS são 100% em nuvem, certo?
    Estruturas digitais são muito mais seguras que físicas.
    Os softwares ficam hospedados em grandes data-centers que contam com centenas de profissionais para garantir a segurança contra vazamento de dados, hackers e até mesmo fenômenos físicos.

Conclusão

Agora que você sabe tudo sobre SaaS, que tal entender quais são as melhores ferramentas que você pode usar para acelerar seu negócio b2b?

Conheça as ferramentas mais bem avaliados do mercado, clique aqui.