Os melhores ERPs para micro e pequenas empresas

0
258
Os melhores ERPs para micro e pequenas empresas

O ERP é um termo utilizado para descrever ferramentas que oferecem soluções de ponta a ponta para diferentes tipos de negócios. São plataformas que conectam diversos setores de uma empresa e contam com funcionalidades que vão desde o financeiro até gestão operacional. Trouxemos aqui algumas das melhores soluções dessa categoria para micro e pequenas empresas.

A forma como fazemos as coisas mudou radicalmente nas últimas décadas. Pense bem: os meios de comunicação, o sistema bancário, os meios de pagamento, a maneira como fazemos compras ou como adquirimos conhecimento.

Se trouxéssemos um adulto de 1980 direto para 2020 ele ficaria completamente perdido. Da mesma forma, não faz sentido gerenciar uma empresa como se fazia há 40 anos. A evolução tecnológica trouxe enormes benefícios também nessa área, facilitando a gestão e promovendo ganhos de eficiência. O ERP (Enterprise Resource Planning) se insere nesse contexto.

Trata-se de um sistema de gestão que permite não apenas acessar com facilidade os dados da empresa como também integrar as diversas áreas da organização. Muita gente pensa que essa é uma solução acessível apenas para grandes empresas, mas nada poderia estar mais longe da verdade. O ERP também pode perfeitamente ser adotado por micro e pequenas empresas, com ganhos igualmente relevantes.

Entre suas principais funcionalidades podemos citar a administração de contas a pagar e receber, o monitoramento das vendas e o acompanhamento dos pedidos de compra. No entanto, ele também pode ir muito além, dependendo dos módulos que você tiver. Assim, pode, por exemplo, auxiliar na gestão de pessoas, fornecendo dados sobre a produtividade da equipe.

Neste artigo, vamos ver com mais detalhes os benefícios que o ERP é capaz de trazer para a empresa e analisar os principais ERPs para micro e pequenas empresas. Acompanhe!

Quais são os benefícios de ter um ERP para pequenas empresas?

Quem tem uma empresa sabe que controle é a palavra-chave. Tudo precisa ser monitorado de perto, de forma a minimizar desperdícios, evitar retrabalhos, não deixar faltar (nem sobrar) mercadoria e não ter surpresas desagradáveis na parte financeira.

O ERP é o software ideal para isso justamente porque ele consegue integrar todas as áreas da empresa, permitindo que todos tenham acesso fácil aos dados e, dessa forma, promovendo ganhos de eficiência.

As principais informações ainda ficam disponíveis em um dashboard de gestão, permitindo um acompanhamento em tempo real do que acontece na empresa.

Vamos ver um exemplo prático: quando uma venda é feita, o ERP pode emitir o pedido, faturar a venda, dar baixa do item vendido no estoque e ainda emitir a nota fiscal.

Além disso, o ERP pode ser programado para emitir um alerta para a área de vendas quando o nível de estoque do produto atingir um determinado nível que demande reposição.

Da mesma forma, o departamento de marketing tem a possibilidade de fazer campanhas específicas para impulsionar as vendas das mercadorias que estão saindo pouco ou com altos níveis de estoque (no caso de empresa de produtos).

O ERP também conta com um sistema de emissão de relatórios, de maneira que o gestor tem acesso fácil às informações necessárias para a tomada de decisão.

Assim, dá para notar que essa integração traz diversos benefícios. Em primeiro lugar, um item que é “mágica” para os ouvidos do empresário: redução de custos. O ERP evita desperdícios e diminui gastos decorrentes de erros, falhas e retrabalhos.

Mais produtividade no processo de gestão

Além disso, eleva a produtividade, uma vez que todos os processos são organizados e as atividades recorrentes são automatizadas. Isso significa também menor necessidade de mão de obra.

O cliente final também se beneficia, uma vez que os ganhos de produtividade no processo se traduzem em redução dos prazos de entrega e menores chances de erro. Como vimos, o ERP permite fazer um controle muito mais preciso de estoque e suprimentos.

Outro benefício especialmente interessante do ERP para empresas de pequeno porte diz respeito à gestão tributária. Ele possibilita automatizar a controladoria e reduzir as falhas relacionadas ao Fisco, evitando multas e outras penalidades possíveis.

Por fim, vale a pena citar que o ERP promove uma melhoria na segurança da informação, especialmente se adotar a computação em nuvem, em que os dados são criptografados, o que evita vazamento de informações e fraudes.

Assim, de forma resumida, podemos dizer que os principais benefícios do ERP para empresas pequenas são:

  • Unificação da gestão;
  • Integração de informações financeiras;
  • Controle dos pedidos dos clientes;
  • Automatização, padronização e otimização dos processos;
  • Redução de erros;
  • Redução de custos e riscos;
  • Melhoria no fluxo da informação;
  • Aumento na segurança da informação;
  • Acesso às informações em tempo real, de qualquer lugar;
  • Emissão de relatórios completos;
  • Eliminação de retrabalho.

Outro benefício que o ERP oferece para as micro e pequenas empresas é que ele é modular, o que permite contratar apenas os módulos que são interessantes para o negócio. Dessa forma, é possível obter a melhor relação custo/benefício da ferramenta.

Quais são os principais ERPs para micro e pequenas empresas?

Existem várias ofertas de ERP no mercado, com funcionalidades, características e preços. Confira as principais informações sobre cada um deles para saber qual é o mais adequado para o seu caso.

Conta Azul

O Conta Azul é um dos ERPs mais conhecidos do mercado e é voltado especificamente para micro e pequenas empresas. É um software totalmente online que permite controlar o financeiro, vendas e estoque, além de emitir nota fiscal eletrônica.

É capaz de integrar gestão financeira, gestão de vendas, gestão de estoque, emissão de NF-e e cobrança com boleto registrado. Permite dar acesso diferenciado aos usuários, o que garante que as informações sejam acessadas apenas por pessoas autorizadas.

Além disso, conta com a possibilidade uma integração total com seu contador, dando a ele acesso aos documentos fiscais da sua empresa em tempo real.

Entre os benefícios citados nas avaliações sobre o Conta Azul publicadas no B2B Stack estão custo/benefício, facilidade no uso e conciliação automática de pagamentos. Entre os problemas resolvidos, os usuários citam aumento de produtividade, centralização de informações financeiras, controle de fluxo de caixa e emissão de nota fiscal.

Omie

O Omie também permite fazer a gestão financeira e automatizar rotinas como controle de estoque, emissão de notas fiscais de serviços, emitir boletos, controlar fluxo de caixa e fazer a conciliação bancária e gerenciar inadimplência.

Um dos diferenciais do Omie é que ele oferece o serviço de antecipação de recebíveis. Além disso, assim como o Conta Azul, tem também um módulo de CRM e pode ser integrado a sistemas contábeis e digitais e a contas digitais.

Entre os benefícios citados nas avaliações sobre o Omie publicadas no B2B Stack estão a praticidade da ferramenta, sistema de faturamento e integração com sistemas contábeis. Já os problemas resolvidos são basicamente a agilidade para fechamento financeira e tomada de decisões.

Nibo

Com o Nibo é possível fazer a gestão de fluxo de caixa, controlar estoque, emitir nota fiscal e boletos e elaborar relatórios gerenciais que permitem acompanhar a saúde financeira da sua empresa.

Também possibilita integrações usando a API do software. Assim, dá para integrar o Nibo, por exemplo, ao PagSeguro, Shopify e Mercado Livre e a outros softwares como Excel, Google Sheets e Runrun.it.

Entre os benefícios citados nas avaliações sobre o Nibo publicadas no B2B Stack estão a cobrança automática com o envio de boletos e a gestão financeira completa.

Sage

O Sage Business permite controlar as contas a pagar e receber, além de gerenciar o limite da conta corrente, aplicações e conciliações bancárias. Conta também com funcionalidades de controle de estoque e possibilita integração com o módulo contábil.

O software tem módulos de faturamento, financeiro, estoque, ponto de venda e integração contábil. O módulo de extensão NET oferece 2GB para hospedagem e funcionamento do sistema do cliente, com acesso pela internet, sem necessidade de investimentos em infraestrutura e equipamentos.

Bling

O Bling tem como foco a micro e pequena empresa. Assim como outros ERPs que citamos, permite emitir nota fiscal, controlar estoque, gerenciar vendas, fazer orçamentos, controlar o financeiro e emitir boletos.

Conta também com algumas funcionalidades específicas, entre elas a integração logística, pela qual você pode gerenciar seus envios, e a integração com os Correios, que permite imprimir etiquetas de rastreio e manter o cliente informado sobre as entregas.

Oferece também um CRM integrado e módulo de frente de caixa e integração com e-commerce, que possibilita integrar a loja virtual às principais plataformas e marketplaces do mercado.

Entre os benefícios citados nas avaliações sobre o Sage Business publicadas no B2B Stack estão a praticidade de uso. Entre os benefícios, a diminuição do número de pedidos errados e produtos perdidos no estoque.

TOTVS ERP

O TOTVS ERP é o ERP de uma das maiores empresas de tecnologia do país. Permite um controle total das atividades administrativas e financeiras e módulos de contabilidade, fiscal, estoque, faturamento, compras e CRM, com extensas funcionalidades.

No módulo financeiro, oferece gerenciamento de contas a pagar e receber, controle de fluxo de caixa, acompanhamento de aplicações e empréstimos, tesouraria, posição de clientes e de fornecedores e análises gerenciais.

Como diferencial podemos citar os módulos jurídico e de call center, que possibilita integrar tanto a telecobrança quanto o televendas e o teleatendimento. Pelo módulo jurídico é possível fazer, por exemplo, gestão dos contratos e de indicadores, gestão de procurações, além de monitorar andamento de processos.

Alterdata Cockpit

O Alterdata Cockpit é um ERP 100% na nuvem que tem como principal diferencial um dashboard bastante atrativo. Segundo a empresa, todo o software foi pensado para apresentar ao gestor todas as informações necessárias de forma gráfica. Assim, conta com indicadores de performance, sinalizadores de emergência e possibilidade de se aprofundar nos detalhes.

É possível ainda fazer análise de vendas, com gráficos de projeção por grupo e família de produtos e acompanhar o ciclo de vendas.

Vhsys

Por fim, o Vhsys é um ERP que oferece ao cliente controle financeiro, emissor de notas fiscais, gestão de vendas, organização de estoque, integração com a contabilidade e com e-commerces.

Ele é bastante customizável e apresenta como diferencial o fato de contar com uma loja de aplicativos integrada, que permite ampliar as ferramentas de gestão de acordo com as necessidades de cada negócio.